Grupamento Aéreo da PM é homenageado em evento que celebrou os 20 anos do Sistema Estadual de Transplantes

São Paulo – Nesta quarta-feira, 12, foi comemorado 20 anos de existência da Central de Transplantes e do Sistema Estadual de Transplantes, vinculados à Secretaria de Estado da Saúde. Em 20 anos de existência, o sistema computa um saldo de 101,3 mil doadores paulistas e 107.000 transplantes realizados, dos quais 29 mil de órgãos e 78 mil de córneas (consideradas como tecidos). No período foram registrados 10,5 mil doadores de órgãos e 90,8 mil doadores de córneas.

O Governador Geraldo Alckmin, participa da comemoração dos 20 anos da Central dos Transplantes do Estado de São Paulo no INCOR.DATA 12/07/2017. LOCAL: São Paulo/SP. FOTO: Diogo Moreira
O Governador Geraldo Alckmin, Cel PM Falconi, Cb PM Rocha, Secretário David Uip e Maj PM Med Ademir participam da comemoração dos 20 anos da Central dos Transplantes do Estado de São Paulo no INCOR. Foto: Diogo Moreira

“Aqui se faz um trabalho extraordinário. Isso envolve desde as famílias, que fazem a doação de órgãos de seus entes queridos, geralmente fruto de trauma, a equipe de captação, das terapias intensivas, a logística, os nossos heróis – os pilotos da Polícia Militar – até as equipes transplantadoras”, afirmou o governador Geraldo Alckmin. “É resultado de muito trabalho, dedicação e equipe”.

homenagem

Durante o evento houve um momento de agradecimentos e dentre os homenageados estava a Polícia Militar do Estado de São Paulo, representada pelo Grupamento de Radiopatrulha Aérea – “João Negrão”. O Grupamento faz parte do Sistema Estadual de Transplantes e foi agraciado com uma homenagem especial pela Secretaria de Saúde. O Cel PM Nivaldo Cesar Restivo, Comandante Geral da Polícia Militar, recebeu homenagem pelos excelentes trabalhos realizados pela PM no transporte de órgãos.

O Governador Geraldo Alckmin, participa da comemoração dos 20 anos da Central dos Transplantes do Estado de São Paulo no INCOR.DATA 12/07/2017. LOCAL: São Paulo/SP. FOTO: Diogo Moreira
Cel PM Falconi acompanhando a solenidade de comemoração dos 20 anos da Central dos Transplantes do Estado de São Paulo no INCOR. Foto: Diogo Moreira.

Os 25 helicópteros Águia e 01 avião King Air da Polícia Militar prestam auxílio no transporte das equipes de transplantadores, permitindo que os órgãos atravessem grandes distâncias, salvando milhares de vidas. O Grupamento possui, além da capital paulista, 10 Bases destacadas em todo o estado que auxiliam esse serviço, agilizando o transporte e salvamento de vidas.

O Cel PM Carlos Eduardo Falconi, Comandante do Grupamento Aéreo, o Maj PM Médico Ademir Euzébio Corrêa e o Cb PM Renato Rocha, enfermeiro do Grupamento Aéreo, receberam das mãos do governador Geraldo Alckmin e do Secretário de Saúde, David Uip, uma homenagem especial pelos excelentes serviços prestados em prol da vida.

O Governador Geraldo Alckmin, participa da comemoração dos 20 anos da Central dos Transplantes do Estado de São Paulo no INCOR.DATA 12/07/2017. LOCAL: São Paulo/SP. FOTO: Diogo Moreira
Comemoração dos 20 anos da Central dos Transplantes do Estado de São Paulo no INCOR. Foto: Diogo Moreira.

Panorama

Entre os 29 mil transplantes de órgãos feitos no Estado desde 1997, 3.558 beneficiaram pacientes que moravam em outros estados brasileiros e se registraram na lista de São Paulo. “Nós somos o 7º do mundo em transplante de coração e pulmão, e mais da metade dos transplante do Brasil é feito em São Paulo”, comemorou Alckmin.

Nessas duas décadas, a Central de Transplantes detectou aumento de 916% no número de doadores-cadáveres no Estado de São Paulo, que passou de 83 em 1997 para 844 no ano passado, um recorde da série histórica. Consequentemente, o número de procedimentos cresceu 890%, com 2.110 transplantes realizados em 2016, contra 213 em 1997.

A implantação do sistema estadual, em julho de 1997, ajudou a tornar a regulação da distribuição de órgãos captados mais justa e transparente. O sistema informatizado da central, com base nos dados clínicos e exames dos doadores e na lista de espera, automaticamente gera uma relação dos receptores que estão nos primeiros lugares do cadastro e aptos a realizar o transplante. Com isso os médicos plantonistas entram em contato com as equipes médicas dos pacientes que aguardam pelo transplante para ofertar o órgão.

“Os 20 anos da Central de Transplantes coroam um trabalho bem sucedido que conseguiu aumentar expressivamente a doação de órgãos no Estado de São Paulo. Mas não podemos baixar a guarda. As doações ajudam a salvar vidas. Para aqueles que pretendem ser doadores, é fundamental que deixem esse desejo claro às suas famílias em vida, pois somente os familiares podem autorizar ou não a retirada dos órgãos”, diz David Uip, secretário de Estado da Saúde de São Paulo.

Campanha virtual

A partir de quarta-feira, 12 de julho, a Secretaria de Estado da Saúde promove uma campanha virtual para incentivar a doação de órgãos e sensibilizar pessoas de todas as faixas etárias para o impacto positivo dessa atitude. As hashtags são #DoeÓrgãos e #MultipliqueVidas.

Pela primeira vez, o Facebook da Secretaria terá uma capa animada e personalizada com a mensagem “Nem todo fim é um ponto final”, com o personagem “Homem de Lata”, do clássico Mágico de Oz.

capacoracao

Além disso, um questionário para “testar” o conhecimento da população sobre doações e transplantes de órgãos será publicado pelo site Catraca Livre, colaborador da campanha.

Seja um doador!

Para saber mais acessehttp://www.pilotopolicial.com.br/aeromedico/

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários