O que posso fazer para a segurança de voo hoje?

SANDRO VIEIRA CORREA
Major da Polícia Militar de Minas Gerais
Comandante de Aeronave – Btl RpAer

incentivo-do-dia-329931-1A rotina é um grande inimigo do aeronauta. O dia-a-dia compreende uma sucessão de atividades, algumas delas alheias à segurança de voo, mas que, por necessidade burocrática, passam a fazer parte do cotidiano profissional.

Assim, a tendência natural é de uma diminuição da percepção e, consequentemente, da consciência situacional.

A leitura de um texto de segurança de voo que “não deu tempo de ser feita”, a operação Cata F.O.D “faço outro dia”, a realização do pré voo sem check list porque “esqueci no macacão que foi pra lavanderia”. “Usar esse capacete de voo é um saco”. A não realização de briefing de instrução porque “o tempo tá escasso e tenho um compromisso urgente!”.

Tudo isso, isolada ou concomitantemente, reflete em uma deterioração dos aspectos basilares da doutrina de segurança de voo e passam a constituir condições latentes e/ou fatores contribuintes que podem resultar em um acidente ou incidente aeronáutico.

Todos sabemos que:

AVIAÇÃO NÃO COMBINA:

COM PREGUIÇA;
COM “JEITINHO” e 
COM IMPROVISAÇÃO.

AVIAÇÃO COMBINA

COM ESTUDO E CONHECIMENTO;
COM PLANEJAMENTO E DOUTRINA DE EMPREGO, e
COM ATITUDE EQUILIBRADA E PROFISSIONALISMO.

Diante disso, retorno à pergunta:

O QUE POSSO FAZER PARA A SEGURANÇA DE VOO HOJE?

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários