Transporte Aeromédico será debatido na LABACE 2017

São Paulo – No dia 17 de agosto, das 09h as 13h, acontecerá durante a LABACE 2017 novo seminário sobre Transporte Aeromédico. A feira acontece nos dias 15 a 17 de agosto no Aeroporto de Congonhas, zona sul de São Paulo. Serão três dias de exposições e palestras.

Uma comissão formada por empresas e com o apoio da Associação Brasileira de Aviação Geral – ABAG vem fomentando essa discussão para permitir que empresas de serviço aéreo público (Táxi-aéreo e serviços especializados) possam realizar o transporte e o resgate aeromédico nos moldes do que é feito em alguns países da Europa e nos EUA.

Basicamente, a ANAC e o Ministério da Saúde são os órgãos responsáveis pela regulamentação e precisam definir regras que possibilitem o ingresso de empresas de serviço aéreo público nesse setor. Hoje o resgate aeromédico é realizado no Brasil pelo Poder Público (Polícias e Bombeiros integrados com SAMU e GRAU, todos pertencentes à administração pública).

O que se pretendem é que, além das atividades realizadas pelo Poder Público, empresas privadas que exploram serviços aéreos públicos, como empresas de táxi-aéreo e serviço especializado, recebam autorização da ANAC para realizarem esse novo modelo de serviço.

Segundo o site da ANAC, existem no Brasil cerca de 31 empresas de Táxi-Aéreo (Serviços Aéreo Público) autorizadas para o serviço aeromédico privado, que, basicamente, realizam o transporte de enfermos entre hospitais, mas não possuem autorização para atuarem no resgate de pessoas acidentadas em vias públicas, rodovias, etc, como faz a polícia e o bombeiro.

Confira a programação do Seminário sobre Transporte Aeromédico

  • Entendimento da ANAC sobre o Resgate Aeromédico – o RBAC135 e a IAC 3134
  • A Visão do Serviço de Resgate Aeromédico no Distrito Federal
  • Organização do Serviço Aéreo Público
  • Infraestrutura de Hospitais & Helipontos – Mesa Redonda com Debate

transporteaeromedico1

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários