Águia resgata 11 pessoas de prédio em chamas no centro de São Paulo

Anúncio

O coordenador da Defesa Civil municipal de São Paulo, Jair Paca de Lima, estima que 50% da área da Favela do Moinho, na região de Campos Elíseos, no Centro de São Paulo, tenha sido destruída pelo incêndio iniciado na manhã desta quinta-feira (22). Segundo os bombeiros, três pessoas ficaram feridas – duas foram socorridas com sinais de intoxicação para a Santa Casa e outra teve fratura no punho e queimaduras para o pronto-socorro do Tatuapé.

De acordo com o capitão Miguel Jodas, dos bombeiros, a área total da favela tem 60 mil metros quadrados. Cerca de 2,5 mil pessoas, em 600 barracos, vivem no local. Por volta das 12h15, cerca de 95% das chamas já haviam sido controladas. Moradores auxiliavam os bombeiros no combate ao incêndio.

O fogo começou por volta das 10h na altura do número 20 da Rua Doutor Elias Chaves. Moradores da favela procuravam a todo momento conhecidos e parentes. Vizinhos da região também deixaram suas casas. Nas proximidades da área afetada, uma vila de casas e uma creche foram esvaziadas. Empresas da região liberaram seus funcionários. Botijões de gás foram retirados de um depósito.

Por volta das 12h15, 39 equipes da corporação com 120 homens estavam no local, onde ainda havia muitas chamas e uma coluna de fumaça alta.

A área atingida fica ao lado de uma linha de trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Por causa do incêndio, a circulação de trens em duas linhas da CPTM foi interrompida – na Linha 7 entre as estações Luz e Barra Funda e na Linha 8 entre as estações Barra Funda e Julio Prestes. Os usuários eram avisados pelo sistema de som das estações. Como alternativa, os passageiros podem utilizar o Metrô por meio da integração gratuita nas estações Palmeiras-Barra Funda e Luz.

Operação da Aeronave

Um prédio abandonado que fica ao lado da favela também foi atingido. Pessoas que estavam no prédio foram socorridas pelo Águia 08, da Polícia Militar, tripulada pelo Cap PM Cancian, 1º Ten Tomasian, 2º Sgt PM Edmar, 3º Sgt PM Afonso e Sd Márcio. Pelo menos 0nze pessoas foram retiradas através do cesto e levadas para a quadra de uma escola próxima.

Na operação foi utilizado também o Águia 04, tripulado pelo Cap PM Nanya, 1º Ten PM Borel, Sd PM Peres e 1º Sgt PM Adão. O Águia 04 estava equipado com o sistema “Olho de Águia” que transmitia, ao vivo, as imagens para o Centro de Operações da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, auxiliando no planejamento dos salvamentos e do combate ao incêndio.

Durante a operação o Sgt Edmar ocupou o cesto e fazia o embarque e desembarque das pessoas salvas, o Sgt Afonso exerceu a função de lançador e o Sd Márcio permaneceu no topo do prédio organizando e acalmando as vítimas até que embarcassem no cesto. Havia muita fumaça na área de salvamento, o que dificultou a operação, e de forma coordenada com o Águia 04, que transmitia as imagens, e a sala de operações do GRPAe foi possível realizar o salvamento com segurança.

Assista ao vídeo do salvamento:

Confira as imagens:

Assista à reportagem do GloboNews:

Fonte: PilotoPolicial/G1

Fotos: Divulgação/AE e Reprodução/TV Globo

7 COMENTÁRIOS

  1. Impressionante!!
    Heróis existem? Vejam pela foto!
    … e tenham a certeza que os profissionais que estão nessas ações não o fazem por “palacianos” salários!
    Tenham certeza que esses profissionais fazem parte de um raro time de homens e mulheres, os tais “Right Stuff”!!
    Pena que o termo “herói” hoje em dia ficou tão mundano, dito para pessoas que passam muito, muito, muito longe do que realmente esta simples e gigantgesca palavra significa.
    Acompanhei as cenas pela TV e torci a cada momento para que o vento não mudasse de direção e engolfasse todo o helicóptero e a cesta. Apagamento do motor, desorientação espacial, e outros!! Adrenalina pura, medida e dosada a custa de treinamento e para o alcance da expertise necessária para o sucesso em ações como esta.
    Nós , apaixonados pela aviação de helicópteros, somos honrados em termos pessoas dessa estirpe em nosso meio.
    A todos, os senhorees, nossa mais sincera continência!!!!!!!!!!!
    Obrigado!
    E, vale aqui, reescrever o que uma vez o iluminado Igor Sikorsky disse “Seria correto dizer que o papel do helicóptero em salvar vidas, representa uma das mais gloriosas páginas na história do vôo humano.”

  2. Neste momento de sensação de dever cumprido, as imagens falam por si só.
    Parabéns a todos, pilotos,inspetores,mecanicos e tripulantes operacionais que fazem desta unidade referência para todos aqueles que iniciam na atividade de operações aéreas.
    Que Deus os proteja, dando sempre um pouso seguro e garantido.

    Bons Vôos.

    Maj BM Cleyton
    CIOPAER/AC

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários