Batalhão de Aviação da BM resgata os corpos do ultraleve que caiu em Três Forquilhas

Anúncio

Rio Grande do Sul – Um ultraleve que voava de Canela, na serra gaúcha, para Torres, no litoral norte do Rio Grande do Sul, desapareceu na tarde de ontem após fazer pedido de socorro pelo rádio. Dois aviões da Força Aérea e um da Brigada Militar fizeram buscas na região até o final da noite, sendo localizado na manhã de hoje (04/06/2010).

Os corpos de Adalberto Padilha Silveira, do Mato Grosso, e de uma mulher, ainda não identificada, foram resgatados do Morro do Oratório, em Três Forquilhas pelo helicóptero, “Guapo 09”,  do Batalhão de Aviação da Brigada Militar.

Uma equipe formada por dois policiais civis e oito bombeiros partiu de uma estrada a cerca de um quilômetro de distância do local do acidente. A mata densa do morro e a subida íngreme que eles tiveram de enfrentar fez com que a caminhada demorasse mais de três horas.

Quando a equipe chegou ao local, um helicóptero da Brigada Militar pairou sobre a aeronave acidentada, içou um dos corpos e o levou até a estrada. Depois, repetiu a operação para resgatar a outra vítima. O içamento dos cadáveres demorou duas horas.

Uma caminhonete do Corpo de Bombeiros foi utilizada para fazer o transporte dos corpos. Foi necessário percorrer 30 quilômetros em uma estrada precária até Três Forquilhas e depois mais 5 quilômetros até o município de Terra de Areia. Lá, os corpos foram transferidos para um carro funerário que se dirigiu ao Instituto Médico Legal de Osório, a 55 quilômetros de Terra de Areia.

O ultraleve em que eles estavam caiu no meio da mata nativa, em local de difícil acesso. Os dois participariam de um concurso de ultraleves na cidade de Torres.

Tripulação do “Guapo 09”:
– Comandante da Aeronave: Major PM Franck;
– Comandante de Operações: Cap PM Felipe;
– Tripulantes Operacionais: Sgt PM Ezequiel, Sgt PM Mario e Sgt PM Gonçalves.

Visualizar o local do Acidente com ultraleve em Três Forquilhas.

Confira as fotos do resgate


Fonte: Zero Hora, por Carlos Wagner, [email protected].


Saiba mais do acidente e confira as notícias do Zero Hora:

1) Avião ultraleve desaparece no RS;
2) Buscas a ultraleve desaparecido próximo a Terra de Areia reiniciam nesta manhã;
3)  Ultraleve desaparecido na região de Terra de Areia é localizado a 20 quilômetros de Torres;
4) Confirmada a morte de tripulantes do ultraleve encontrado em Três Forquilhas.


4 COMENTÁRIOS

  1. Só quero deixar meu comentario com relação a exfiltração do corpo no macguire em maca tipo prancha…
    é um procedimento não recomendável…

  2. Imagino toda a dificuldade encontrada em local inospito, com meteorologia extremamente desfavoravel, utilizando e talvez improvisando o resgate. Já aparecem pessoas criticando a ¨exfiltração¨e o tipo da maca usada!
    Gente Parabéns pelo trabalho
    Não dêem bola
    Chico Ledur
    Sinop MT

  3. Concordo plenamente com sr Ledur a Serra do Mar que começa em Osorio a 110 KM de Porto Alegre Capital do RGS tem Ventos Muitos Fortes , Chuvas fortes temporais com raios neblina Etc Etc … Esses Pilotos Policiais da POLICIA MILITAR RGS devem ter enfretando varias dificuldades nessa serra do mar no RGS !

  4. Ao Maj Franck e ao Cap Felipe, que tive a oportunidade de conhecer por ocasião do pouso destes no BAPMSC, durante a minha estadia no estágio operacional no referido batalhão, sou testemunha do esforço e da capacidade profissional destes nobres pilotos. Meus parabéns pela missão e bons vôos.

    TC BM Rogério.

Deixe uma resposta para Ten Cel BM Rogério Cancelar resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários