Bombeiros Voluntários de Santa Catarina realizam atividades de Gestão de Incidentes com apoio do BAPM/SC

Anúncio

Nos dias 28 e 29 de outubro de 2011 estiveram reunidos em Jaraguá do Sul, Bombeiros Voluntários de todo o Estado de Santa Catarina, para  treinamento com  workshop e simulacro, abordando e exercitando conceitos básicos organizacionais denominado geralmente de SCO – Sistema de Comando de Operações e  pelos Bombeiros Voluntários de SC de Sistema de Comando de Incidentes – SCI, adotando nomenclatura usual na Organização de Bombeiros Americanos que congrega 20 países na América.

Independente da nomenclatura, o SCI visa garantir a maior segurança para as equipes de resposta e para os demais envolvidos na emergência, bem como o alcance de objetivos e prioridades previamente estabelecidas e  o uso eficiente e eficaz dos recursos disponíveis (humanos, materiais, financeiros, tecnológicos e de informação).

Nas intensas atividades desenvolvidas nestes dois dias, foram evidenciadas a coordenação e o afinamento de protocolos para atendimento as ocorrências, principalmente quando onde há múltiplas vítimas e se torna necessário, um trabalho coordenado de todos os bombeiros voluntários na cena e dos demais agentes.

Para tal, foi levado a efeito na sub unidade no Bairro João Pessoa – que abriga o Centro de Capacitação de Bombeiros, a verificação conceitual na noite do dia 28 e no dia 29 nas dependências da Associação Empresarial (ACIJS) no período matutino, foram apresentados 04 estudos de casos, envolvendo ocorrências em  Jaguaruna, Jaraguá do Sul, Joinville e pelos Bombeiros Voluntários de Indaial, relato das atividades do Sistema de Comando de Incidentes nas ocorrências  no Morro do Baú; Haiti e Rio de Janeiro, gerando debates e ajustando procedimentos e protocolos.

É necessário rever conceitos, procedimentos e técnicas avaliando situações pretéritas enfrentadas, cujas soluções adotadas geraram não conformidades derivadas da ausência de conhecimento total sobre os procedimentos de controles necessários.

Dessa forma aludiu-se que o comportamento defluente, diante desses problemas transforma-se deveras em uma lição. Conforme alguns autores, o passado, por essência, “tem a virtude de nos ensinar a não insistir em erros e a nos estimular a repensar imitar os grandes feitos”.

O preparo portanto é necessário – aduziu os palestrantes, através da construção de Planos Operacionais Padrões- POPs que devem suportar ações padronizadas para o início das operações, baseados nas ameaças existentes para cada região/realidade, devendo estes POPs serem a base para os treinamentos das equipes.

Tanto nós quanto nossos semelhantes estamos sujeitos às mesmas vicissitudes, o atendimento assim as ocorrências de grande vulto, precisam ser analisadas, visando aprimorar e adotar boas práticas locais, regionais e estaduais, garantindo a maior eficácia nas intervenções em prol da vida.

A partir de 13h30 minutos foi colocado em marcha o  simulado no pátio da Arena Jaraguá,  que contou inicialmente com a resposta dos Bombeiros Voluntários de Jaraguá, depois com o acionamento de Guaramirim e Joinville.

Os Bombeiros Voluntários que existem na região Nordeste de SC se envolveram com viaturas, equipamentos e pessoal das corporações  e outros agentes,  como o Batalhão de Aviação da Polícia Militar de Santa Catarina – BAPM.

O simulado contou com vítimas  em locais de difícil acesso, sendo que o helicóptero retirou 03 vítimas do telhado e a Auto Plataforma de Joinville – com alcance de 54 metros  também fez o resgate de uma vitima descendo-a em maca, todos os atendimentos sincronizados com as ambulâncias, caminhões de combate a incêndio e carreta de água,  que a seguir, fizeram o espargimento de água sobre o incêndio.

Aproveitando ainda o aparato disponibilizado, vários Bombeiros Voluntários foram treinados na operação da Auto Plataforma. Estas atividades  envolveram 160 pessoas e para maior afinamento,  contará com um outro encontro no dia 19/11/2011 no Instituto Federal Catarinense – IFC, Campus Camboriú, onde será apresentado a avaliação e os resultados para 500 Bombeiros Voluntários.

O SCI é aplicável em várias situações: Tremores de terra; Explosões; Incêndios em edificações com grande densidade de usuários; Incêndios em instalações e depósitos de inflamáveis; Incêndios florestais em áreas de relevante interesse ecológico e que fujam ao controle dos órgãos que têm atribuições específicas para combatê-los; Acidentes no transporte aéreo, rodoviário, ferroviário, aquático e metroviário; Incidentes com produtos perigosos; Acidentes em estruturas industriais; Intoxicações coletivas; Acidentes relacionados a substâncias e equipamentos radioativos; Desastres relacionados à contaminação de mananciais e sistemas de abastecimento de água; Pânico em eventos planejados, como celebrações, desfiles, concertos, visitas de dignitários, competições esportivas, grandes aglomerações de público; Desastres relacionados à construção civil: patologias das edificações, desabamentos de prédios, viadutos, pontes, dentre outros; Rompimento de barragens; Tufões, tornados, vendavais, tempestades, alagamentos e inundações; Escorregamentos e deslizamentos da terra e subsidências de solo; Desocupação de prédios e/ou áreas públicas invadidas; Fugas e motins em estabelecimentos prisionais; Raptos e sequestros, Atentados terroristas e Ações individuais, de bandos ou quadrilhas organizadas que comprometam a segurança pública com capacidade para gerar pânico ou aterrorizar a população.

Fonte: ABVESC

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários