CAOP/Polícia Federal: novo AW139 e nova base no Rio de Janeiro

Anúncio

A Polícia Federal inaugurou nesta terça-feira (11/06), a base de operações aéreas para grandes eventos que funcionará no Aeroporto de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro.

Para Copa das Confederações, a PF vai atuar com 700 homens. Os policiais federais vão garantir a segurança das seleções participantes do evento, das autoridades e o controle das empresas de segurança privada dentro do Maracanã.

CAOP: novo AW139 e nova base no Rio de Janeiro

Para escolta das equipes será usado um helicóptero que ajudará no deslocamento. As informações coletadas vão ser enviadas para o centro de comando e controle, para outras forças de segurança e para o Ministério da Defesa.

O Rio vai sediar três jogos da Copa das Confederações. Dois na primeira fase: México e Itália, no dia 16, e Espanha e Taiti, no dia 20. Além disso a final no dia 30. Para os dois primeiros jogos, a equipe aérea da Polícia Federal terá um helicóptero e 12 homens.

Para a partida final, o esquema de segurança vai contar com mais um helicóptero e mais 12 homens, que virão de Recife.

CAOP: novo AW139 e nova base no Rio de Janeiro

Nota do site

Juntamente com o início de operação da base destacada no Rio de Janeiro, foi apresentado a nova aeronave AW139 adquirida pelo CAOP.

Fonte: O Globo / Fotos: CAOP

6 COMENTÁRIOS

  1. Parabens a todos os membros do CAOP por mais esta conquista. Que esta seja uma de outras aeronaves que virão compor o CAOP. Que as autoridades vejam a importância estratégica dos senhores no contexto da aviação de segurança pública, bem como a abrangência continental da aviação da Policia Federal. Bom trabalho e bons vôos.
    Tripulante Sólon Mota (DOA/PCDF), COA/CAOP nr. 47!!!
    Voar para proteger e Servir!!!

  2. Parabéns a gloriosa Polícia Federal, que adquiriu essa belíssima máquina com o dinheiro do contribuinte. Um helicóptero com trem retrátil para Polícia???? Será que vai ser usado em operação de erradicação de maconha???
    Justificativas de um leitor – membro da CAOP – fala que foi baseado em necessidades de 5 horas de autonomia e voos IFR na amazônia??? Onde se voa IFR na amazônia??? Será que com esse dinheiro não era melhor ter comprado 5 esquilos.
    Agora base no Rio de Janeiro? Parabéns estamos no rumo certo. O tráfico de armas e drogas nao entra pela Bolívia e Paraguai entra pelo Rio de Janeiro!
    Parabéns a PF está no rumo certo! (rumo ao fim!!!!)

    • A base no Rio de Janeiro foi criada, principalmente, em função dos grandes eventos. Em segundo lugar, a Polícia Federal tem diversas atribuições (inclusive combate ao terrorismo) e não apenas erradicar “pé de maconha” e patrulhar fronteiras. Para estas funções, cumpre-se bem com o Bell 412. No futuro, provavelmente serão empregados Blackhawks. Esquilos tem atuação muito limitada na segurança pública. Apenas observação e tiro embarcado. Com dois pilotos e dois op. aerotáticos, não sobra espaço para transporte tático de forças policiais. A PF já possui quatro Esquilos, e não precisaria de outros cinco para tal função. Por apresentar tais argumentos, é visível que o comentarista não entende muito do assunto. E, finalmente, é preciso evoluir. Só a Polícia Federal do México possui 04 Boeings 727, 02 CASA-235, 09 Blackhawks e 04 Mi-17. Toda vez que a PF brasileira parte pra evolução, aparecem os mesmos críticos, com os mesmos argumentos retrógrados de sempre, baseados na velha Aviação Policial “de Esquilos e Sênecas”….

      • Estou contigo Jones, o comentário foi de quem não esta por dentro da evolução da aviação de seg Pub e critica por criticar, temos que evoluir muito na aviação de seg pub e qto aos esquilos …. no serviço de erradicação de maconha eles demonstraram todo o seu poder… de não ter poder….que venha os Black, KC e etc … o RJ não é fronteira, mas é destino final e infelizmente ponto de saída para o tráfico de drogas e pessoas e a PF tem que estar presente em todo nosso imenso País, com o que tiver de melhor para combatê-lo. Bons Voos aos que Voam para Combater, Servir e Salvar.

      • Verdade amigo Jones G, não entendo do assunto, mas só pra lembrar que a PF não possui nem mesmo a “velha aviação” de esquilos e sêneca voando, nada voa no CAOP a não ser a muito custo os bons e velhos CARAVANS, porque os esquilos não conseguem cumprir a sua missão, seja por logística seja por gestão de manutenção.
        Sobre seu pensamento, respeito, mas gostaria só de saber em que país você vive???
        A PF quando precisa de helicóptero nos seus trabalhos rotineiros pelo Brasil a fora, conta com o apoio das PMs locais ou do IBAMA que atua com competência no Brasil todo.
        O crime está na fronteira amigo e as necessidades na Amazônia, a PF não precisa de helicóptero no Rio de Janeiro!!

  3. […] “No período em que o helicóptero permaneceu no Rio de Janeiro, bem como em São Paulo para atendimento das exigências da autoridade reguladora da aviação civil no Brasil, ele não pertencia oficialmente à PF, sendo de inteira responsabilidade da empresa, o que afasta a afirmação de que a aeronave não alçava voo por inexistência de contrato de manutenção ou de pilotos da PF”, afirma a Polícia Federal. […]

Deixe uma resposta para Piloto Policial | PF compra helicóptero de R$ 29 milhões, mas não tem quem pilote Cancelar resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários