Mato Grosso terá mais dois helicópteros a disposição da Segurança Pública

Anúncio

Mato Grosso vai poder contar com mais dois helicópteros que vão reforçar o quadro de equipamentos da Segurança Pública Estadual. Na manhã desta terça-feira (20.04), o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Diógenes Curado Filho, assinou o contrato de aquisição de um helicóptero modelo AS350B3 que será destinado para as ações do Ciopaer. “O respaldo do contrato de aquisição da aeronave está no convênio firmado entre a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp)”, ressaltou o secretário.

Segundo Diógenes o governo do Estado já garantiu recursos para compra de um outro helicóptero, que será adquirido com contrapartida do Governo Federal. “Vários problemas com relação à criminalidade, poderão ser solucionados em Mato Grosso com a chegada dessas aeronaves. Sendo colocadas em lugares estratégicos, elas vão agir em ocorrências como assaltos a bancos, questões ambientais e combate ao tráfico de drogas na fronteira”, disse.

A assinatura para aquisição da aeronave foi na manhã desta terça-feira (20.04), durante a Aula Inaugural do 4° Curso de Tripulante Operacional Multi Missão (TOM-M) oferecida pela Sejusp, por meio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), no auditório do Comando Geral da Polícia Militar e contou com a presença dos alunos e autoridades.

Em sua fala aos alunos o secretário afirmou que não basta só adquirir aeronaves, mas que o Ciopaer necessita de um pessoal qualificado, daí a importância do curso que eles vão iniciar. “A formação de um piloto ou tripulante não é fácil. Este curso vem formar novos servidores que irão contribuir para o Estado,”explicou.

Estão participando do curso 39 alunos sendo 17 policiais militares, cinco bombeiros, um policial civil daqui de Mato Grosso e 16 militares dos Estados do Amazonas, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Goiás, Rondônia, Paraná e Alagoas. O curso terá a duração de 60 dias e será realizado em Várzea Grande, no hangar do Governo do Estado, onde ficam as instalações do Ciopaer, no Aeroporto Internacional Marechal Rondon.

Segundo o coordenador do Ciopaer, tenente coronel Heverton Morett de Oliveira, durante as aulas, os alunos receberão todas as disciplinas típicas das ações de tripulante no sistema de segurança pública entre elas a matéria para a atuação dos militares na área de fronteira. “O curso é bastante intenso eles terão uma gama de matérias teóricas e atividades de cunho prático associadas às atividades áreas transportadas. Será uma série de atividades na água, em montanhas, tiros e também de legislação de área de fronteira”, explicou.

O coordenador informou ainda, que após o término do curso os novos tripulantes serão extremamente úteis já que a Sejusp pretende expandir as atividades do Ciopaer para região de fronteira entre o Brasil com a Bolívia. “Os participantes vão ganhar experiência, conhecimento e desenvolver um trabalho junto com os demais profissionais para compor nosso efetivo e oferecer um trabalho com maior qualidade”, afirmou.

Ainda na solenidade, os alunos puderam assistir a uma palestra do assessor especial de Aviação da Força Nacional de Segurança, major PM Josilei Gonçalves, com o tema “A Força Nacional sobre a atividade aérea da Segurança Pública”.


Fonte 1: TV centro América

Fonte 2: Repórter News


5 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns aos amigos dos Mato Grosso pela conquista e também aos amigos da Polícia Militar e Bombeiros do Estado do Paraná pela ativação do seu Grupamento Aéreo conquista merecida pelo esforço e competência de seus integrantes. Um abraço do amigo Eduardo, Polícia Civil do Paraná.

  2. por favor orgaos de imprensa, os senhores possuem as ferramentas para nao deixar mais um caso de irresponsabilidade administrativa em vao, perguntem aos instrutores do curso quem sao os tubaroes, com certeza nao irao dizer, mas eu digo, sao militares (companheiros de farda) que puxam os alunos para o fundo ate eles apagarem pela falta de oxigenacao no cerebro, depois os trazem a superficie e eles voltam a respirar, so que as vezes esta brincadeira nao da muito certo, lembram do caso do sargento de brasilia que morreu exatamente em um curso desses? o sr secretario de seguranca foi avisado da caca que fizeram e ja saiu em defesa de seus comandados, a punicao tem que vir de forma dura, desde o secretario ate o tubarao (que na verdade é um assassino) homicidio doloso, ta na hora de parar com essa historia de tropa de elite, pessoas tem que ser treinadas para servir e proteger, nao para virar robos e dizer que passaram em um curso CAVEIRA, que isso gente, vos imploro novamente FACAM ALGUMA COISA, cade os direitos humanos, ou eles so servem para bandido ? o que vao dizer para a esposa e os filhos desse servidor publico, mal subito ?????

Deixe uma resposta para jose carlos Cancelar resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários