Recém-nascido é transferido de Leopoldina para Juiz de Fora em helicóptero da PM com apoio do SAMU

Minas Gerais – Um bebê prematuro, nascido na Casa de Caridade Leopoldinense, precisou ser transferido com urgência no começo da tarde deste sábado (6) para o Hospital João Penido, em Juiz de Fora.

ab924768763f4279b814eae789a84ed7

Uma Operação conjunta entre o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), a Polícia Militar de Juiz de Fora e de Leopoldina e o Corpo de Bombeiros foi necessária para que a transferência do recém-nascido acontecesse.

Por volta das 13h00 o helicóptero Pégasus 09 da 4ª Base de Aviação da Polícia Militar, sediada em Juiz de Fora, pousou no Estádio Guanahyro Fraga Mota, comandada pelo Capitão PM Franco, onde juntamente com o Sargento PM Glauber e os componentes do SAMU, Gersonito e o Médico Dr. Allysson, aguardaram a chegada do recém-nascido.

b8ce6e91d4b54c818f40e63db2e81b14

Pesando 680 gramas, o bebê foi levado da Casa de Caridade até o estádio do Ribeiro Junqueira pela Unidade de Suporte Avançado (USA) do SAMU, equivalente a uma UTI Móvel. A Operação de transferência é considerada de extremo risco, devido às condições do bebê, daí a necessidade de se utilizar o helicóptero.

Concluídos os procedimentos necessários para retirar o recém-nascido do interior da Unidade do SAMU e colocá-lo na aeronave, pouco depois das 14h00 o helicóptero decolou com destino a Juiz de Fora, onde era aguardado por outra Unidade do SAMU, que fez o percurso até o Hospital João Penido. A viagem entre as duas cidades foi estimada em 30 minutos.

8c7b767a29f84bb492c96c927e425fcd

Operação Conjunta

Além das equipes da PM e do SAMU de Juiz de Fora que estavam na aeronave, participaram da Operação de Transferência duas equipes do SAMU de Leopoldina, compostas pela médica Dra. Marina, a técnica em enfermagem Marinês, a enfermeira Mauriley e os condutores Guilherme e Tiago.

Atuaram pelo 4° Pelotão de Bombeiros Militar de Leopoldina os BMs Sargento Franco, Soldado Curcino e Soldado Machado, isolando a área. Pela 6ª Cia PM Ind o Sargento Roberto Carlos e o Cabo Fagner prestaram apoio durante todo o procedimento.

Fonte: O Vigilante Online, por Júlio Cesar Martins.

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários