Casa Civil defende autorização de porte de armas em voo para pilotos e policiais

Anúncio

Alinhado à pauta de segurança do governo Bolsonaro, o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, defende a aprovação de projetos no Congresso que permitam que pilotos e policiais estejam armados em voos no Brasil.

Ao reassumir o cargo de deputado na semana passada, Lorenzoni desarquivou e reapresentou projetos de sua autoria. Um deles é o que derruba norma da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) que proibiu embarque de armas de fogo em aviões, mesmo para policiais.

Foto: Sérgio Lima
Foto: Sérgio Lima

— Porque policial e agentes do Exército, policiais federais não podem fazer embarque armados. Isso sempre pôde historicamente, a Anac tomou uma decisão equivocada. O policial treinado armado dentro do avião é uma garantia para as pessoas. Se eles podem andar aqui, porque não podem lá em cima?

Este projeto foi apresentado em parceria com o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

O ministro defende ainda que os pilotos também tenham autorização para portar armas.

— Tenho uma pauta que trata da segurança do cidadão. Desde 2003 eu luto pelo direito de legítima defesa. Sou muito abordado por pilotos das nossas companhias aéreas que pedem para ter o porte dentro da própria aeronave, porque o nível de segurança é muito baixo no Brasil. Nos Estados Unidos, nas companhias americanas, as forças mantém elementos armados nos voos, naqueles que têm elemento de risco. E graças a Deus não temos terrorismo. Mas aqui os comandantes têm receio, aquela porta é muito frágil, qualquer pé na porta e se está dentro da cabine. E como é que faz para se defender?

Saiba mais:

Resolução da ANAC sobre transporte e porte de arma de fogo em aeronave cria regra específica para a Aviação de Segurança Pública

Porque o transporte e porte de arma e munição em aeronave civil é tão polêmico?

4 COMENTÁRIOS

  1. Sou tripulante de helicóptero OEE toda vez que eu viajo a missão do meu estado pra outro tem uma burocracia enorme da SNAC e PF então estas regras serve pra nos .

  2. Meu cordial cumprimento aos leitores. Deixo aqui a minha humilde opinião sobre o tema. Essa decisão da ANAC é equivocada, trabalhei dez anos na aviação de segurança pública e acredito que não há incidentes envolvendo policiais armados em aeronaves, essa norma fere o direito e a legislação maior, mas acredito que portar arma de fogo em voos não põe em risco os passageiros, policiais armados em voo são a extensão do braço armado do Estado e a garantia da ordem pública durante os voos domésticos. Espero que seja revogada essa decisão.

  3. É de grande importância, que esta medida de segurança a mais, dentro de Aeronaves, seja aprovada e extendida aos demais pilotos da Aviação Civil, devido a exposição que todos estão sofrendo. Por exemplo: pilotos que operam em aeronaves particulares e pousam em aeródromos remotos correm o mesmo risco de sequestro de aeronaves, como também, os que ficam muito tempo em no solo, em fazendas. Lembrando que a posse e o porte do Piloto não deve sofrer restrições, devido ao transporte, entre a sua residência, o seu veículo e a aeronave, pelo simples fato, que o piloto particular não trabalha por escala. Ele fica a disposição em tempo integral e pode ser acionado a qualquer momento. Por isso, muitos costumam deixar malas e uniformes dentro dos próprios veículos, para evitarem atrasos, quando de um acionamento de emergência.

  4. Trabalho numa região que predomina a aviação regional, para mim é um assunto controverso, outro dia dois PMs fardados e armados numa cidade do interior do Amazonas simplesmente sequestraram o avião, em desespero porque havia um bom tempo que não via a família e forçaram o Piloto a seguir voo para Manaus, só que os Pilotos mais espertos falaram que precisavam abastecer na cidade de Tefé, e lá foi acionado a Polícia Federal e todos presos.

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários