CISSUL SAMU e Batalhão de Operações Aéreas realizam Simpósio Aeromédico em Varginha, MG

Anúncio

Minas Gerais – Na sexta-feira (04), o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Macro Região do Sul de Minas (CISSUL SAMU) realizou o “Simpósio Aeromédico” no Auditório da OAB, em Varginha, em comemoração aos dois anos de parceria do Consórcio com a 2ª Cia do Batalhão de Operações Aéreas (BOA) do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais.

SIMPOSIO AEROMEDICO

O evento idealizado pelo Diretor Técnico da Regulação Médica do CISSUL SAMU, Dr. Gustavo Eugênio Martins Marinho, em parceria com o NEP – Núcleo de Educação Permanente teve como objetivo trocar experiências e integrar as equipes que atuam no SAAV – Serviço Aeromédico Avançado de Vida, bem como proporcionar a ampliação de conhecimentos sobre os serviços de atendimento de urgência e emergência através de resgate aéreo.

A aeronave Arcanjo EC-145 do BOA tem capacidade para transportar em cada atendimento, 06 profissionais, entre eles, por parte do SAMU, 01 médico e 01 enfermeiro, e pelo BOA, 01 piloto, 01 copiloto e 02 tripulantes.

O presidente do CISSUL SAMU, Rodrigo Aparecido Lopes ressalta que a utilização do serviço aeromédico tem como objetivo principal a redução do tempo resposta no socorro às vitimas, o encaminhamento de pacientes em estado grave para hospitais de referência na região do Sul de Minas e contribui sobremaneira para o sucesso da nossa missão que é “Salvar Vidas”.

A abertura contou com a palestra do Dr. José Fábio Capozzi que apresentou um relato de caso do BOA de Varginha. Na sequência houve a palestra do Dr. Antônio José Marinho Cedrim Filho sobre APH em Situações de Catástrofe – Método Start.

A enfermeira Simone Alessandra Rodrigues Junqueira palestrou sobre “O papel do enfermeiro no SAAV – Serviço Aeromédico Avançado de Vida”. Simone é enfermeira do CISSUL SAMU e trabalha a bordo do helicóptero da 2ª Cia do Batalhão de Operações Aéreas.

A palestrante Dra. Giovana Ferreira Zanin Gonçalves que atua na 1ª Cia do Batalhão de Operações Aéreas palestrou sobre “B.O.A. Belo Horizonte – Resgate e Transporte Aeromédico”. Falou sobre a Expansão do Serviço Aeromédico em Minas Gerais, o Capitão João Paulo Pessoa Veloso de Almeida, Comandante de Aeronave do BOA.

Finalizando o evento, o enfermeiro Ivan José da Silva palestrou sobre o “Início do Aeromédico no Triângulo Mineiro: Desafios e Oportunidades”.

Uberaba

A Superintendência Regional de Saúde de Uberaba participou do Simpósio e como Uberaba será o próximo município a receber uma aeronave, o superintendente de Saúde, Ivan José da Silva, participou do evento e, segundo ele, foi proveitoso para troca de experiências.

Encontro realizado em Varginha teve a participação de superintendentes de saúde, bombeiros e profissionais médicos
Encontro realizado em Varginha teve a participação de superintendentes de saúde, bombeiros e profissionais médicos

“O simpósio nos trouxe um olhar de vivência das regiões que já operam aeronaves. O que precisa, qual o suporte, as dificuldades, o alinhamento com os hospitais que irão receber pacientes transportados pela aeronave, enfim, é um grande aprendizado. Inclusive, durante o evento fui informado que já foram destinados os pilotos da aeronave de Uberaba, que são do Corpo de Bombeiros e estão se mudando para a cidade na semana que vem. Eles vão ajudar, desde já, no estudo de logística, como os locais de pouso”, explica Ivan.

Com relação à chegada da aeronave, de acordo com o superintendente, a expectativa é que ainda este mês ela esteja em Uberaba. As obras de construção do heliporto estão a todo vapor, uma vez que será o local em que aeronave permanecerá até que o serviço entre em operação. “Será um helicóptero Esquilo. A empresa deverá repassá-lo ao Estado na segunda quinzena de maio, por isso estamos correndo contra o tempo para terminar a obra do hangar, o heliporto, que está sendo construído no Centro de Treinamento do Corpo de Bombeiros, na Universidade”, explica.

Segundo Ivan, depois que o helicóptero chegar a Uberaba, começa o treinamento da tripulação que irá atuar com a aeronave. Esse será o segundo desafio. “Estamos concluindo um edital para contratação de médicos e enfermeiros que irão trabalhar nessa aeronave. Eles também passarão por treinamento. A nossa previsão é que o atendimento aos pacientes, isto é, o serviço, entre em operação na primeira quinzena de junho”, revela o superintendente.

Fonte: CISSUL SAMU e JM Online.

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários