I Seminário de Operações Aéreas Policiais CPAER / PMDF

Anúncio

Entre os dias 05 e 07 de dezembro de 2018, a POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL realizará o 1º CONGRESSO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS POLICIAIS, evento que tem como objetivo discutir ideias, através de experiências nacionais e internacionais que possam levar o Brasil a mitigar os problemas de Segurança Pública, com participação ativa da sociedade, maior beneficiária destas transformações.

008ca161-cb76-4f03-bf27-16b70adb7fd2

Durante o Congresso, ocorrerá também o I SEMINÁRIO DE OPERAÇÕES AÉREAS POLICIAIS, conduzido pelo Comando de Policiamento Aéreo da PMDF, onde as Unidades Aéreas de todo Brasil serão convidadas ao debate acerca de procedimentos operacionais padrão adotados por cada Instituição, compartilhando experiências e doutrinas já consolidadas, para que as melhores práticas possam ser conhecidas e implementadas em cada região, ampliando a segurança e a efetividade do policiamento aéreo no país.

Considerando as diferentes características dos ambientes operacionais em cada Estado da Federação, bem como a complexidade do Serviço Aéreo Policial, o qual agrega o risco da atividade aérea ao já elevado risco da atividade de polícia (administrativa ou judiciária), onde a tomada de decisão e a execução perfeita de um procedimento operacional determinam o sucesso ou o fracasso da missão; o pouso ou a queda de uma aeronave, o CPAER/PMDF, com a concretização deste Seminário, propõe um aprofundado debate acerca dos seguintes temas:

1 – Padrão operacional (aspectos abordados: número de aeronaves e viaturas disponíveis por turno / horário de operação / escalas de serviço / tipos de missões executadas / configuração da tripulação e atribuições durante ocorrências / configuração de equipamentos embarcados/ condução de presos a bordo);

2 – Emprego de armamento a bordo (aspectos abordados: tipo de armamento utilizado pelos operadores / justificativa para a escolha do calibre / arma alimentada desde a decolagem ou não / decisão para efetuar o disparo parte do 1P ou do operador / qual a fraseologia utilizada em área de conflito / qual a periodicidade e manobras realizadas em treinamento);

3 – Operações com cordas (aspectos abordados: rapel e mcguire – equipamentos individuais e coletivos utilizados / formas de ancoragem dos cabos / tripulação mínima / doutrina de emprego / limitações à utilização da técnica / 1 estudo de caso);

4 – Transporte de equipes táticas e de cães (aspectos abordados: histórico da demanda em cada unidade / aspectos legais e performance da aeronave / equipamentos individuais e coletivos utilizados / Configuração da tripulação e da cabine / procedimentos adotados / principais riscos / 1 estudo de caso);

5 – Operações com OVN (aspectos abordados: motivação para implementação do OVN na unidade aérea / o processo de aquisição / capacitação das tripulações / doutrina de emprego / comparativo da unidade antes e depois da implementação dos OVN);

6 – Utilização de Instrumentos de Menor Potencial Ofensivo – IMPO (aspectos abordados: existe ou não demanda / estudos técnicos realizados para o emprego / quais as munições empregadas e qual a doutrina de emprego / 1 estudo de caso)

Para cada tema, três ou quatro unidades aéreas, com reconhecida expertise no assunto, farão uma breve apresentação sobre suas formas particulares de atuação e, em seguida, com o auxílio de um mediador da PMDF, será realizado um debate entre palestrantes e plateia, para uma interação e troca de conhecimentos acerca dos procedimentos adotados em cada Unidade Aérea, ampliando os horizontes doutrinários de todos os envolvidos.

As inscrições, com vagas limitadas, podem ser realizadas pelo site http://www.iscp.edu.br/cicp/index.php , no campo “Quero Participar do SEMINÁRIO do CPAER”.

Maiores informações poderão ser obtidas com o Comandante do 1º BAVOP/PMDF, Maj Ximendes, através do telefone (61) 99558-5310.

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários