Polícia Militar Ambiental usa drone para identificar e autuar fazendeiros por desmatamento ilegal no MS

ENAVSEG 2018

Campo Grande (MS) – A Polícia Militar Ambiental (PMA) do Mato Grosso do Sul está realizando fiscalizações ambientais com o emprego de drone. O equipamento identifica a área desmatada e os policiais calculam o tamanho da área afetada. A PMA já autuou sete fazendeiros neste início de ano.

Polícia Militar Ambiental com uso de drone autua fazendeiros por desmatamento ilegal no Mato Grosso do Sul
Polícia Militar Ambiental com uso de drone autua fazendeiros por desmatamento ilegal no Mato Grosso do Sul

Na segunda-feira (14) à tarde, Policiais Militares Ambientais de Jardim, quando em fiscalização ambiental realizada no município de Guia Lopes da Laguna, localizaram em uma fazenda, uma área de vegetação nativa do bioma cerrado desmatada ilegalmente.

O pecuarista suprimiu a vegetação e não possuía autorização ambiental para a atividade. A madeira produto do desmatamento da floresta não se encontrava no local e já havia pastagem no lugar da vegetação. Os policiais mediram a área desmatada ilegalmente com uso de GPS, que perfez 43,27 hectares destruídos. O infrator (68), residente em Guia Lopes da Laguna, recebeu uma multa administrativa de R$ 43.270,00.

Polícia Militar Ambiental com uso de drone autua fazendeiros por desmatamento ilegal no Mato Grosso do Sul
Polícia Militar Ambiental com uso de drone autua fazendeiros por desmatamento ilegal no Mato Grosso do Sul

No domingo (13) à tarde, outro proprietário rural também suprimiu a vegetação e não possuía autorização ambiental para a atividade. Foram medidos 93,5 hectares destruídos. Esse infrator, residente em Jardim, recebeu uma multa administrativa de R$ 28.029,00.

No mesmo dia outro proprietário rural do município de Guia Lopes da Laguna foi autuado. Nesse caso foram 6,2 hectares destruídos e o infrator recebeu uma multa administrativa de R$ 1.860,00.

Todas as atividades foram interditadas e todos poderão responder por crime ambiental, que prevê pena de três a seis meses de detenção. O infratores foram notificados a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

Polícia Militar Ambiental com uso de drone autua fazendeiros por desmatamento ilegal no Mato Grosso do Sul
Polícia Militar Ambiental com uso de drone autua fazendeiros por desmatamento ilegal no Mato Grosso do Sul

Ascom PMA

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários