GRAer/AM realiza missão humanitaria em Manacapuru

Anúncio

No dia 26 de Outubro a Policia Militar recebeu uma solicitação de apoio aéreo por parte do município de Manacapuru, onde cerca de 30 comunidades que estavam em Estado de Emergência em virtude da seca recorde que atinge o Amazonas, estão sem receber alimentação e remédios.

No dia 27 de Novembro o helicóptero “Águia 01” do GRAer da Policia Militar decolou às 07:00h para o município de Manacapuru para dar inicio as operações de transporte de cestas básicas para atender as comunidades.

Devido à grande quantidade de material a ser transportado, a equipe tinha que realizar varias viagens as comunidades, transformando o serviço numa rotina cansativa e perigosa, conta o Maj Henrique Santos.

Segundo o Maj, “O fato de trabalharmos com civis na ajuda do embarque e desembarque dos ranchos era necessário atenção redobrada de nossa tripulação para minimizar nossos riscos, foram mais de 8 horas de vôo por dia, cerca de 15 a 20 viagens de transportando materiais.”

O Maj Henrique Santos conta ainda que “Ao avistarem o helicóptero era possível ver o sorriso nos rostos das pessoas que a tanto esperavam esse socorro. Ao pousarmos eles vinham agradecer e ajudar com o desembarque das cestas.”

Serão entregues pelo helicóptero da PMAM mais de 1000 cestas básicas atendendo a cerca de 30 comunidades, onde apenas se tem acesso de helicóptero, tendo em vista a baixa dos rios Manacapuru e Solimões, encerrando-se no dia de hoje 28 de Outubro de 2010.

Uma missão gratificante que foi executada com toda segurança possível, e com grande satisfação pela Policia Militar que é uma mão amiga de nossa sociedade.

Comunidades atendidas: Cajazeiras, Rosarinho, Irapajé I II , Rainha da Paz, Macumiri I e II, São Sebastião, N Sra do Carmo, Macuaçu, Peixinho, Monte Horeb, Jatuarana, Muncurucus, Carioca, Luan Nova , Cumã, Quitanda, Boca do Ena, Vila do Ena, Sçao Tomé, Piranhas, Castanho, Vasco, Botafogo, Itajae, Perpetuo Socorro.

Tripulação de Serviço:

– Maj PMMT Henrique Santos;
– Maj BMDF Portela;
– Maj BMAM Tupinambá;
– Ten PMAM Cavalvanti;
– Sd PMDF Carla;
– Sd PMAM Rego;
– Sd PMAM J.Aires, e
– Sd BMAM Jean.

Confira as fotos da missão

NO AR PARA PROTEGER E SALVAR!!!


31 COMENTÁRIOS

  1. Toda ajuda é bem-vinda, porém Manacapuru é bem próximo a Manaus – e as outras localidades, como São Paulo de Olivença, Eirunepé, São Gabriel, etc.??? os ribeirinhos estão em situação calamitosa.
    Então a pergunta, porquê o Governo do Estado não aluga um helicóptero maior e mais seguro que o esquilo da PM?? aqui no Amazonas existem empresas com equipamento de grande porte, prestando serviços à Petrobrás, pois fazer várias viagem no limite deste equipamento para se levar uns 250Kg, é querer brincar com o nosso dinheiro – quanto fica o CUSTO BENEFÍCIO??? Para ajuda humanitária, concordo plenamente, mas deverá ter um cronograma e um planejamento melhor.

  2. Acho que antes de se comentar uma materia e um serviço prestado a sociedade deve ser buscar informação mais afundo sobre o que esta acontecendo e não usar o site para desabafar frustação ou opinião pessoal ao não concordar sobre a operação que levou alento e comforto para muitas pessoas.
    Levamos mais de 600kg por viagem..
    E os Municipios citados por vc serão apoiados pelas aeronaves das Forças Armadas, que não podem estar em todos os lugares ao mesmo tempo, e por que alugar aeronaves e brincar com o seu dinheiro (dando ele para empresas que visam lucro) se temos aeronaves proprias do Estado
    e da Federação…
    O importante e que foi tudo planejado e mais de 1000 familias foram atendidas…

  3. Parabéns pela equipe do Graer da PMAM, CBMAM e a equipe da Força Nacional em Manaus. Fiquem fortes, estamos levando o estado aos necessitados e não se preocupem com as críticas, pois ninguém joga pedra em árvore sem fruto. Estamos produzindo.

    Maj Gonçalves – CONAV

  4. A Questão não é essa – como falei, TODA AJUDA HUMANITÁRIA É E SERÁ BEM-VINDA – Mas essa aeronave não é PARA TRANSPORTE DE CARGA.
    E tenho a CONSCIÊNCIA tranquila que sai muito mais caro para os nosssos bolsos, usar esse tipo de equipamento. CUSTO BENEFÍCIO MAJOR.

  5. …enquanto na cidade de Manaus – a PILANTRAGEM tá solta – assaltos, roubos e arrastões – toda hora. Enquanto o Helicóptero da PM fazendo um trabalho que pode ser bem mais realizada no setor civil.

    • Caro Marcus, vamos lá, esse espaço é democrático e não temos o interesse em ficar o tempo todo analisando questões de cunho pessoal e subjetivas, mas te faço algumas perguntas, conforme segue:

      1. Se esse trabalho fosse feito pelo setor civil, quem o faria. As empresas de Taxi-Aéreo, serviço especializado ou aeronaves privadas? Fariam de graça?
      2. Você sabe a definição de responsabilidade social do Estado?
      3. As aeronaves do setor civil iriam fazer trabalho humanitário e deixariam de fazer seu trabalho (transporte de pessoas e coisas remunerado) o que poderia representar perda de dinheiro?
      4. Essas aeronaves do setor civil seriam requisitadas na forma da lei, seria voluntário ou mediante contrato com o Estado?
      5. Você sabe qual é amplitude do trabalho da segurança pública e defesa social? Então ela existe somente para prender bandidos, evitar assaltos e arrastões?
      6. Você sabe quem faz trabalho humanitário no Brasil e no mundo?
      7. Quem te disse que essa aeronave não é para transporte de carga? Diga-me, fiquei muito curioso!
      8. Você conhece os tipos de atividades que essa aeronave pode realizar?
      9. Então acha que custo-benefício significa deixar essas pessoas sem ajuda e apoio do Estado e contratar uma empresa para fazer isso?
      10. Quem está fazendo “pilantragem” em Manaus. São as pessoas que estão fazendo trabalho humanitário em prol da sociedade, aqueles que querem o setor civil fazendo a Aviação de Segurança Pública ou aqueles que estão praticando roubos, furtos e arrastões?
      11. Você sabe como foi feito o planejamento e o cronograma? Você participou dele?
      12. Você quer que o Estado alugue uma aeronave maior, você sabe quanto custa isso? Mais uma vez, de que é esse interesse?
      13. Você quer então, que as empresas contratadas pela Petrobrás enviem suas aeronaves para isso? Você perguntou a eles se eles podem fazer isso ou se tem interesse?

      Essa é a última, prometo:

      14. Qual o seu conhecimento sobre normas e regulamentos da Aviação Civil? Você sabe diferenciar uma aeronave de uma Empresa de Taxi-Aéreo, para uma Empresa de Serviço Especializado Público ou um Serviço Especializado Privado?

      Portanto, Sr Marcus, não obstante ser aqui um espaço democrático, gostaria de lembrá-lo que somos responsáveis por aquilo que falamos e escrevemos.

      Muito Obrigado

      Eduardo Alexandre Beni

  6. SR. Eduardo Beni
    Infelizmente não estou conseguindo vizualizar o as perguntas – não sei o que está acontecendo, com o site – esta totalmente distorcido, ou é o meu pc ou o site. Vou tentar responder mais tarde

  7. Parabéns, Beni, por elencar de forma rápida e sucinta, vários argumentos sólidos e respaldados, em favor de uma causa justa, por pessoas que realmente estão procurando fazer o bem.
    O pilotopolicial.com tem se tornado leitura obrigatória para aqueles que amam a aviação, não somente de segurança pública.
    Contamos com vc, para a difusão dos conhecimentos e network em aviação.
    Um abraço

  8. Parabéns ao efetivo do GRAER/PMAM, e FNSP, que apoia as atividades naquele estado.

    Afinal de contas nosso crescimento tenderia a zero se não fossem as criticas, continuemos a trabalhar e fortalecendo a Aviação de Seg. Pública, descontentes ja temos demais.

    Sigamos.

  9. MAIS UMA VEZ PESSOAS DESINFORMADAS USAM O SITE PRA EXTERNAR SUAS FRUSTAÇÕES E ANGÚSTIAS.
    MAS, DEIXEMOS ISSO PRA LÁ.
    QUERO REGISTRAR MINHAS FELICITAÇÕES A TODOS QUE CUMPRIRAM A MISSÃO HUMANITÁRIA A CONTENTO, DENTRO DOS PADRÕES DE SEGURANÇA.
    AFINAL DE CONTAS, NOSSO LEMA É: “VOAR PARA PROTEGER E SALVAR”.
    FIQUEM COM DEUS,E VOEM SEMPRE SIPAER.
    CAP PMPE ROMILDO – ASP92.

  10. É cômico e até dramático os comentários aqui apresentados. Fala-se em frustações, angústias, subjetivas, etc, primeiro, não trabalho e não ganho a vida com aviação, só andei de helicóptero acho que umas tres vezes na vida, reconheço que sou um leigo, mas não sou um tapado nem um ignorante, porém um crítico de várias situações bizarras que acontece de norte a sul neste País.
    Como neste caso.
    O Sr. Beni fez várias perguntas tentando me “indiciar” por não concordar com essas operações, ou seja, essa área como todo setor de Segurança Pública ninguém pode criticar, porque, se não vem o fuzilamento verbal, ainda bem, pois este setor não aceita de forma alguma alguém ou um pobre mortal comentar.
    Continuo com o que disse acima – é um despedício de dinheiro público, existem outors meios mais baratos e mais rápido, moro e vivo na região e conheço como ninguém.
    Quando falei em setor civil, este setor tem sim equipamentos melhores, maiores, mais equipados que um simples “esquilo” para fazer este trabalho, e tenho consciência que se o Governo seja Estadual ou Federal solicitar ajuda da Petrobras, esta não irá declinar – colocará todo equipamento a disposição da defesa civil.
    Para quem não sabe, o gasoduto Coari-Manaus – muitos equipamentos inclusive tubos de FG de 300 mm foram transpostado com esses helicópterosde de grande porte, são aeronaves específicas, como têm o EB aqui na região.
    Mas esse da PM não tem a mínima condição de fazer esse trabalho, a não ser para mostrar a mídia os heróis.
    Estão brincando com o dinheiro público – e já está havendo até comentários nas rádios locais.

  11. Prezado contribuinte chamado “Marcus”,

    creio que o Beni não teve intenção de fuzilá-lo verbalmente. Apenas fez algumas perguntas fulcradas nas legislações afim. Agora, eu pergunto para V. Sa: você poderia declinar quantos bebês já nasceram no interior de viaturas policiais?
    Pergunto: uma viatura policial é para patrulhar ou para servir de nosocômio, sala de parto ou outra definição na mesma proporcão? Você, caso fosse o soldado diria à parturiente: “Perdão, minha senhora, não podemos transportá-la à maternidade, pois essa viatura, de acordo com os preceitos constitucionais, administrativos hellylopes meirellianos e a ordem do comandante, não se presta à conduzir grávidas, e a sua placenta podee romper aqui dentro. Logo, aguente firme aí, que o socorro vai chegar”.
    Você faria isso?
    Se há meios mais baratos, elenque-os aqui. Se há meios mais versáteis que uma aeronave de asas rotativas, em uma situação como essa, em que os deslocamentos não irão terminar em pistas de pouso adequadas à aviação de asa fixa, faça a fineza de ajudar a máquina pública a economizar seu numerário, com sugestões, as quais serão invariavelmente bem-vindas. E vc será reconhecido por sua sagacidade.
    Enquanto o governo federal não fizer contato com as ditas empresas privadas para fornecerem suas aeronaves pesadas, suas tripulações, e se reorganizarem em relação aos seus contratos, os quais deverão ser revistos em função dos heli serem desviados para essa missão, serão esses caras que irão cumprir a missão, ora!
    Em relação à mídia, ela também não poupou Jesus Cristo à Sua época. Afinal, Ele não agradou a todos.
    Marcus, entendo sua preocupação com relação ao assunto. Sua manifestação é bem-vinda.
    Beni, um abraço amazônida.

  12. Considero esse site democratico sim mas acho quem quiser falar em POLÍCIA deve entender do assunto como na aviação Policial também caro SR Marcus fale com Governador de seu estado e deputados faça um campanha para comprar uma Aeronave Policial maior ainda para a Policia Militar ! O Esquilo não e uma Simples aeronave como disse e uma Aeronave de médio porte usada por varías Policias no MUNDO e Departamentos de Bombeiros ! Usado inclusive pela Marinha do Brasil voando em Alto Mar !

  13. Sr Marcus, muito obrigado, o Sr respondeu de forma primorosa todas as perguntas e com um ótimo poder de síntese. Continue firme com seus propósitos.

    Atenciosamente

    Eduardo Beni

  14. Com certeza estão de Parabéns os Policiais , quanto ao equipamento os Políticos que trabalham de 3 feira a 5 feira nesse País devem liberar mais verbas para segurança publica pois Policiais e Bombeiros trabalham 24 horas por dia feriados sabádos e domingos em prol cidadões desse Imenso Brasil do IOPOQUE AO CHUÍ no Rio Grande do Sul ! Em caso EMERGENCIA LIGUE 190 !

  15. Só para dar ciência a todos, muitos equipamentos, inclusive tubos, que serviram para montar o gasoduto Coari-Manaus foram transportados pela Empresa EMAR que tem sede em Rio das Ostras/RJ e uma filial em Manaus. No estado do RJ esta empresa serve a Petrobrás na operação off-shore (plataformas de petróleo) e no estado do AM trabalha para Petrobrás no gasoduto Coari-Manaus. Bem, falei tudo isso para dizer que a EMAR em todo o Estado do Amazonas só opera com aeronaves Esquilo, ou seja, para a EMAR a aeronave esquilo além de servir para transporte de passageiro também serve para transporte de carga já que foi com os esquilos dela que ela conduziu material, equipamentos e tubos para o gasoduto Coari-Manaus.

  16. Marcus,
    a sua preocupação com o uso adequado de dinheiro público é bastante pertinente. Porém acredito que a sua tese não tá sendo bem defendida, pois vc insiste em afirmar que existem meios mais baratos para se levar mantimentos e remédios às comunidades ribeirinhas isoladas pela seca recorde do Rio Amazonas, sem definir quais são estes meios. Sou amazonense, conheço muito bem o interior do nosso estado e fico me perguntando qual seria este meio, pois de barco não se está chegando e falo isso com a propriedade de quem esteve recentemente em algumas comunidades isoladas. Só para que os demais tenham ciência o TRE, para as eleições deste ano, alugou vários helicópteros para entregar as urnas eletrônicas em localidades onde nem as voadeiras (canoas com motor rabeta) conseguem chegar. Será que isto também não seria um uso inadequado do dinheiro público? Será que levar urnas para estas comunidades com a utilização de helicópteros não seria muito caro, um desperdício de dinheiro? Será o dinheiro que custeia todas as eleições no Brasil também não sai dos bolsos dos contribuintes (dos nossos bolsos)?
    Finalizo informando que as Forças Armadas utilizam helicópteros e aviões para levar mantimentos e remédios as comunidades isoladas em regiões mais distante de Manaus, como Tabatinga, Tefé, Coari, São Gabriel da Cachoeira e outros além de levar serviço médico e odontológico. E nas adjacências de Manaus o Governo do Estado e a Prefeitura de Manacapuru acharam por bem utilizar o helicóptero policial por ser mais leve e mais barato, pois a entrega destas 20 toneladas de mantimentos não seria viável com aeronaves tipo Cougar ou Blackhawk, segundo informação sairia muito mais caro do que utilizar o Esquilo, por isso foi determinado a utilização do AGUIA.
    Um forte abraço a todos.

    “Posso não concordar com nenhuma palavra por vc proferida, mas defenderia até a morte o direito de vc dizê-las”

  17. Beni, vc é um divisor de águas no assunto aviação de segurança pública. O debate neste espaço, ainda que muitas vezes “startado” por argumentos empíricos, é excelente, pois leva todos os interessados a estudarem um pouco mais.
    Quem ganha com isso?
    Todos nós, aeronautas, e a sociedade que recebe os serviços.
    Continue assim!

  18. Prezados amigos, sejam especialistas e leigos, simpatizantes ou anti-aéreos. Vivemos em um país continental, com características próprias em cada estado.

    Sob um olhar de leigo mas preocupado com a melhor gestão do dinheiro público, sempre pensamos na forma simples de resolver um problema, ou seja: Uma comunidade isolada pela seca do rio, precisa de mantimentos e remédios para aliviar sua dor, penso logo nas forças armadas com suas grandes máquinas levando o material necessário àquele local sofrido, sem levar em consideração que as instiruições pública são burocráticas e não se falam, visando a otimização de seus meios. Assim todos os problemas estariam resolvidos, mas a realidade é diferente e nos frustra demais.

    Quando vemos sob o prisma do especialista, enxergamos a mesma coisa que o leigo, mas devido a experiência profissional e o conhecimento técnico faz-nos, em questões de segundos, fazer uma avaliação de custo x benefício, que seja: Ligar para as Forças Armadas e gestores visando o apoio das aeronaves ideias, que reduza o tempo resposta, tal solicitação irá para Brasília e depois virá a resposta para o atendimento, duração média de resposta uns 5 dias, ou atender com o equipamento que temos, onde já foi gasto com seguro, combustível, manutenção, formação de piloto, e agora precisa, mesmo que precário, dar o retorno à sociedade, pois nossas máquinas não são para gerar lucros e sim para atender às demandas da sociedade.

    QUANTO VALE UMA VIDA.

    Prezados, sou gestor da pasta de Aviação de Segurança Pública em nível nacional, trabalhando arduamente para convencer as autoridades que decidem, que precisamos de aeronaves melhores, maiores e que torne a operação menos burocrática. Estamos em um processo de fomento e democratização desta atividade, permitindo que todos os estados tenha a sua aviação, como é o caso do AM, AC, RN, SE, AP, RR, etc, saindo do eixo ( MG,SP,RJ ).

    Hoje o que AM realiza em pouco mais de 01 ano é motivo de elogio e não de crítica, pois quem entende de aviação sabe que é uma atividade complexa e de lenta consolidação. Prezados, hoje somos um sistema integrado. Nos lembramos bem onde estávamos, estamos felizes onde estamos neste momento, mas sabemos onde queremos chegar, na melhor Aviação de Segurança Pública do mundo, os desafios são grandes, mas o grupo é forte e motivado à crescer sob críticas, elogios,frustrações, injustiças e etc. Estamos apenas cumprindo nossa função funcional, e fazemos com alegria.

    Parabéns a todos

    Maj Gonçalves – CONAV

  19. Sr.Marcus, na qualidade de Comandante e instrutor de voo, com quase 8000 horas de voo, tendo voado diversos modelos de helicopteros leves, medios e pesados, na Amazonia, sobre o mar, e tendo trabalhado para a Petrobras em empresa de taxi aereo offshore, afirmo-lhe que:
    – a Petrobras nao possui helicopteros, aluga de empresas e o preco nao e baixo;
    – as aeronaves, todas biturbinas de porte medio, tem uma grande cadencia de voo e nao tem horas ociosas, portanto nao deve haver espaÇo para um emprestimo ao Estado, remunerado pela BR;
    – 1 hora de voo de uma aeronave de medio porte custa cerca de 4 vezes o custo operacional de um monoturbina de porte leve, seja de qual for o fabricante;
    – a BR nao tem que fazer o trabalho do Estado. sua missao eh outra, bem clara para os brasileiros;
    – na regiao amazonica , na qual operei durante muitas missoes, a movimentacao via aerea eh a solucao rapida em funcao das distancias, via fluvial eh demorada e por ser impraticavel via terrestre. O proprio Manual de Emergencias do M.Saude recomenda e prioriza o transporte aereo para o atendimento de emergencias medicas, e depois vem as ambulanchas.

    Nao pretendo continuar a polemica se uma aeronave monoturbina eh adequada ou nao para a missao, mas na minha opiniao, quem nao tem cao caça com gato.

    Durante quase 20 anos, a Marinha opera Esquilos na Amazonia e ja salvou inumeras vidas, a partir dos Navios da Esperança como sao chamados os navios-hospital (Nash).

    Se fossem alugados navios civis com helicopteros civis para fazer esse servico, certamente o custo seria muito maior, porque o trabalho seria remunerado e muito bem remunerado, em face das condicoes climaticas e inospitas da regiao.

    Alugar 1 superpuma custa pelo menos R$ 12.000,00 por hora voada. E nao tem aeronave desse porte parada esperando essa contratacao emergencial e sem licitacao.

    CMTE AYRES (PLAH 0552)

  20. Realmente não esperava tanta polêmica, nun simples cometários que fiz, é salutar.
    Como um simples funcionário da Petrobrás (no jagão – Petroleiro) venho aqui informar que não informei que a empresa possui helicóptero próprio, todos são terceirizados, porém dizer que nós operamos com “esquilo” é brincadeira, ou mal informado – temos cougar, e um baita de um gigante o famoso Sirkosk (ô nome difícil), há uns dois anos a Anac proibiu o vôo de avião em Carauari-Am, então a “piãozada” ia e vinha com este equipamento, que pega uns 40 – eu fui um dele.
    Bom, polêmica é muito bom.
    Bom feriado a todos, abraços – e muita Paz.
    Fiquem com Deus.

  21. FICO MUITO FELIZ POR TUDO QUE ESTA ACONTECENDO,MEUS AMIGOS QUE AI ESTAO TRABALHANDO FORTE PARA O BEM DA POPULAÇÃO NO ESTADO DO AMAZONAS, E MUITO GRATIFICANTE PARA MIM SABER QUE FAÇO PARTE DESSA FAMILIA QUE E O GRAER AM COM TODA SUA EQUIPE DE MILITARES OPERACIONAIS BASTANTE COMPETENTES EM SUAS MISSÕES….MUITO OBRIGADO GRAER AM SD R PONTES

  22. Sr. Marcus,

    Creio que seus comentários sobre o emprego da aviação de asas rotativas de segurança pública não foram adequados, e agora compreendo que se trata apenas de desinformação, já que conhece helicópteros por ser um passageiro na Amazônia. Sua participação neste site, certamente irá trazer-lhe mais dados para sua análise com cidadão. A propósito, o COUGAR é a versão militar do SUPERPUMA, portanto a BR aluga Superpuma. O Cougar é operado somente pelas Forças Armadas.
    Quanto ao concorrente civil que o senhor cita, deve ser o S-92 da Sikorsky (americana), que leva 2 pilotos, 1 comissário de bordo e 21 pax. Não são uns 40 como o senhor pensa.

    Outro esclarecimento: a empresa de táxi aéreo EIMAR, é contratada da BR, está sediada em Manaus e opera Esquilos biturbina em apoio ao gasoduto, no transporte de material e pessoal.

    CMTE AYRES (PLAH 0552).

  23. Quem participa de uma missão como essa sim é capaz de descrever o valor imensurável de servir a sociedade a bordo de uma anv de segurança pública, representar o estado também no seu dever de restabelecer a paz e a segurança para o bem comum, e minimizar o sofrimento de um povo necessitado como esses ribeirinhos da amazônia. É uma honra servir, proteger, salvar, socorrer, ajudar ao próximo, o que for necessário para um mundo melhor, principalmente na nossa Pátria! e aonde Deus nos enviar!

  24. Gostaria de lembrar a todos que a aviaçao de asa rotativa do estado do amazonas, nao é da Polícia Militar, provavelmente a gestao da aviaçao deve ser de responsabilidade da Secretaria de Segurança, até porque a aviaçao no estado do amazonas é integrada, nao é mesmo…

  25. Prezado auto-denominado “Piloto”, afirmar que a aviação de asas rotativa no AM não é da PM é no mínimo, leviana. A secretaria de seg realmente INICIOU as tratativas para implantar um núcleo integrado no AM, porém quem possui a gestão, a operacionalidade, o planejamento, é a PM.
    Porque senão, vc teria que afirmar veementemente que o patrulhamento terrestre realizado pela PMAM também não é da PM, POIS TODAS AS VIATURAS TERRESTRES DA PMAM ESTÃO EM NOME DA SSP, EM SEU CRLV, LOGO, A SECRETARIA TAMBÉM (SOB A SUA ÓTICA, PILOTO) É DONA DO PATRULHAMENTO TERRESTRE.
    Um detalhe: vc usou o vocábulo “integrada” de forma indevida. Há um mecânico cedido pela Polícia Civil e um major do bombeiro que possui o curso de piloto, mas eles não fazem parte de um grupamento integrado. São cedidos.
    Mais uma vez: sempre houve operações terrestres com a necessidade da presença de elementos chaves da SSP. Poucas vezes se fizeram presentes. Agora, com um helicóptero, a vontade muda, não é mesmo?
    Informe-se melhor.
    Um abraço a todos os aficcionados pelo pilotopolicial.com.br

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários