Power Distance e seus efeitos na segurança operacional da aviação

Anúncio

RICHARLES ALVES MELO

INTRODUÇÃO

A aviação é uma das indústrias mais complexas e altamente regulamentadas do mundo,
com requisitos rigorosos de segurança, esta é uma prioridade absoluta para garantir a integridade das operações aéreas e a vida dos passageiros e tripulantes. Seus riscos são inerentes, e é por isso que a segurança operacional é algo indispensável, nesse setor.
Comparo o gerenciamento da segurança operacional com uma luta de guerrilha, na
qual não há vitória final. É uma batalha sem fim para identificar e eliminar ou controlar;
os perigos. (REASON, 2001, p. 27, tradução nossa).

Sem nome (1350 x 1080 px)

 

A busca pela segurança das operações é algo constate e ininterrupto em quaisquer;
Organizações aéreas, no entanto, um fator, além de diversos outros, muitas vezes subestimado que pode influenciar significativamente a segurança operacional, é a dinâmica da “distância de poder” (Power Distance).

Este artigo buscar explorar, por meio de uma pesquisa bibliográfica, que para Gil (1994),
apresenta-se como uma metodologia de pesquisa que subsidia teoricamente as demais metodologias investigativas, exigindo estudos exploratórios ou descritivos, já que permite uma ampla visão da problemática que permeia e conduz a investigação, possibilitando também a construção literária de um quadro conceitual que envolve o objeto pesquisado, que em nosso caso particular é o conceito de “Power Distance” e seus efeitos na segurança operacional no “mundo da aviação”, a fim de sintetizar as implicações do “Power Distance” no aumento do risco de acidentes e incidentes aeronáuticos.

Resumo

A aviação é uma atividade altamente regulamentada e complexa, onde a segurança operacional é de extrema importância para proteger a vida das pessoas e a integridade das operações.

O texto compara o gerenciamento da segurança operacional na aviação a uma luta constante para identificar e controlar perigos. Um fator muitas vezes subestimado que afeta a segurança operacional é a “distância de poder”, que se refere à aceitação da hierarquia e desigualdade de poder em uma organização.

O texto discute como a alta distância de poder pode levar a uma aceitação geral da desigualdade de poder, hierarquias rígidas e autoridade centralizada, o que pode afetar negativamente a comunicação, tomada de decisões e resistência à mudança.

Por outro lado, a baixa distância de poder valoriza a igualdade e a tomada de decisões mais coletiva. A segurança operacional na aviação envolve a identificação e gerenciamento contínuo de riscos, e o texto destaca como o alto power distance pode afetar a ativado aérea e contribuir para acidentes aéreos.

É mencionado o Corporate Resource Management (CRM), um conjunto de práticas que enfatiza a comunicação eficaz e a colaboração para melhorar a segurança. Para mitigar os efeitos da distância de poder na segurança operacional, o texto destaca a importância de uma “cultura justa” que incentive relatos de preocupações e incidentes, independentemente das posições hierárquicas.

A conclusão ressalta a necessidade de manter uma cultura de prevenção de acidentes na aviação, com treinamento constante e foco na segurança operacional, independentemente do nível de distância de poder dentro da organização.

Acesse o artigo na íntegra:

Power Distance e seus efeitos na segurança operacional da aviação

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários