Samu e GRAer/AM fazem simulação de atendimentos de acidentes em Manaus

Anúncio

Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU-192) da Prefeitura de Manaus participaram, nesta quarta-feira (26/10/11), de uma simulação de atendimento de acidente com múltiplas vítimas. A atividade, realizada nas primeiras horas da manhã, foi concentrada numa área do Km 01 da BR-174 e simulou o socorro a 30 vítimas do “capotamento” de um ônibus.

O treinamento teve início às 6h20, com um chamado à Central de Regulação do SAMU, e foi encerrado às 7h40, quando todas as “vítimas” já haviam recebido os primeiros socorros na cena do acidente e, nos cados indicados, sido removidas do local pelas ambulâncias.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, explica que os indicadores monitorados durante a simulação – como base no chamado Protocolo Start, adotado pelo Ministério da Saúde – integrarão um relatório, elaborado pela coordenação do Núcleo de Educação Permanente do SAMU Manaus. Com base no relatório são adotadas as medidas necessárias para aperfeiçoar os procedimentos e adequá-los aos padrões do protocolo.

A atividade contou com o apoio de duas equipes do Corpo de Bombeiros, que simularam um princípio de incêndio decorrente do suposto capotamento do ônibus e, ainda, o atendimento de “vítimas” presas nas ferragens do veículo; dois carros da Polícia Rodoviária Federal (PRF), fazendo a segurança de pista na rodovia; uma equipe do Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar, com o resgate, por helicóptero, da “vítima” mais grave; 18 membros da Guarda Metropolitana, incluindo batedores de trânsito; e equipes do Manaustrans, que atuaram no trajeto das ambulâncias. Acadêmicos de medicina da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), que integram o Grupo Alfa, participaram da simulação no papel das 30 “vítimas” do acidente.

“A perfeita integração de todas essas instituições foi o ponto alto do exercício. Ao final da simulação, os participantes se reuniram no auditório do centro de treinamento do SAMU, na Bola da Suframa, para uma avaliação inicial dos resultados”, frisou Francisco Deodato.

Participaram do exercício 10 ambulâncias do SAMU – quatro Unidades de Suporte Avançado, do tipo UTI e seis Unidades de Suporte Básico –, além de quatro ambulâncias do Programa SOS Vida.

A Diretora de Atenção Especializada e Serviços de Urgência da Semsa, enfermeira Claudia Teixeira, explica que a simulação do acidente com múltiplas vítimas, realizada nesta quarta-feira, faz parte do conteúdo programático do curso “Suporte Básico da Vida”, que está sendo oferecido aos profissionais do SAMU, por meio de parceria firmada entre a Prefeitura de Manaus e o Ministério da Saúde (MS) e o Hospital Alemão Oswaldo Cruz (HAOC), de São Paulo.

“O objetivo desta atividade é aplicar o conhecimento técnico das equipes em uma situação próxima da realidade, eliminando dúvidas e fazendo a atualização do protocolo de atendimento”, explica Claudia Teixeira. As equipes envolvidas na ação não haviam sido informadas de que se tratava de um simulado, até chegarem ao local do “acidente”, na BR-174.

A enfermeira Leda Sobral subgerente do Núcleo de Educação Permanente do SAMU Manaus, explica que metodologia de atendimento aplicada na simulação prevê a triagem e o atendimento conforme a gravidade dos ferimentos da vítima. Os casos são classificados em quatro escalas de prioridade, identificadas por cores: absoluta (vermelho), intermediária (amarelo), baixa (verde) e nula (preto).

Com graus de prioridade absoluta e intermediária, a vítima deve passar pela triagem, atendimento e ser removida em até 30 minutos e 60 minutos, respectivamente. Pacientes com baixa prioridade são os que, geralmente, não precisam de remoção, pois sofreram lesões leves ou não apresentaram lesões. A prioridade nula é para aqueles que foram a óbito no momento do incidente.

Fonte: D24AM

1 COMENTÁRIO

  1. Excelente iniciativa! A prevenção e o treinamento são as melhores ferramentas de resposta. Abraço a todos do GRAer.
    Cap Welter – BOA/MG

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários