VANT “Caçador” recebe aprovação do Ministério da Defesa como Produto Estratégico de Defesa

Anúncio

Após os voos de teste bem-sucedidos da Aeronave Remotamente Pilotada (ARP) “Caçador”, a Avionics Services S.A. e a IAI anunciam que o “Caçador” recebeu a aprovação do Ministério da Defesa como um PED (Produto Estratégico de Defesa).

A ARP Caçador é uma versão brasileira do UAV Heron-1, desenvolvido pela Israel Aerospace Industries (IAI). O Heron está operacional globalmente em mais de 20 clientes. O Caçador, como produto, está de acordo com os requisitos de DCN (Declaração de Conteúdo Nacional).

VANT “Caçador” no Hangar da Avionics Service onde realizou os testes. Foto: Eduardo Alexandre Beni
VANT “Caçador” no Hangar da Avionics Service em Botucatu onde realizou os testes. Foto: Eduardo Alexandre Beni

O protótipo fez os voos de teste em Botucatu, interior de São Paulo, aeródromo SDBK, onde fica a sede da Avionics Service. Ele cumpriu todos os regulamentos e obteve todas as aprovações e permissões de voo exigidas pelas Autoridades Governamentais Brasileiras.

Desde a assinatura de um convênio de cooperação há 3 anos, a IAI e a Avionics Services trabalham em conjunto para estabelecer uma consistente base industrial brasileira no campo dos sistemas não tripulados (ARP).

VANT “Caçador” no Hangar da Avionics Service onde realizou os testes. Foto: Eduardo Alexandre Beni
VANT “Caçador” no Hangar da Avionics Service em Botucatu onde realizou os testes. Foto: Eduardo Alexandre Beni

O processo incluiu esforços de transferência de tecnologia e conhecimento para garantir maior independência da Indústria Brasileira na complexa proficiência de sistemas avançados não tripulados (ARPs). A Avionics Services estabeleceu no aeródromo de Botucatu a infraestrutura profissional necessária para a produção e manutenção de ARPs, sendo um centro de excelência para sistemas aéreos não tripulados (ARP’s).

O ARP Caçador é um UAV de Média Altitude e de Longo Alcance (MALE), capaz de voar mais de 40 horas, a altitudes de até 30.000 pés. O peso máximo de decolagem do ARP é de 1.270kg, o que lhe permite transportar 250kg de várias cargas simultaneamente para realizar uma variedade de missões.

VANT “Caçador” no Hangar da Avionics Service onde realizou os testes. Foto: Eduardo Alexandre Beni
VANT “Caçador” no Hangar da Avionics Service onde realizou os testes. Foto: Eduardo Alexandre Beni

Além disso, o link de comunicação na banda “C” do Caçador permite atingir um raio de 250km (linha de visada). Se incluir um canal de comunicação via satélite de banda larga (KU) permite operar a distâncias superiores a 1.000 km de sua base, com sua estação de comando e controle (AGCS) localizada em qualquer ponto estratégico do País. Essa capacidade agrega alto valor estratégico, especialmente para países com grande extensão territorial como o Brasil.

O “Caçador” é um sistema que pode ser utilizado em controle de fronteiras, monitoramento de atividades ilegais, monitoramento ambiental, controle de poluição, indústrias de petróleo e gás, agricultura de precisão e aplicação militar de missões múltiplas com informações em tempo real.

VANT “Caçador” no Hangar da Avionics Service onde realizou os testes. Foto: Eduardo Alexandre Beni
VANT “Caçador” no Hangar da Avionics Service onde realizou os testes. Foto: Eduardo Alexandre Beni

Fotos: Eduardo Alexandre Beni.

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários