23 de outubro – Dia do Aviador

Anúncio

dedalo

Tudo começou na mitologia grega com a lenda de Dédalo e Ícaro.

gonzalezEssa aventura continuou com o ibero Domingo Gonzalez, perdido na ilha de Santa Helena, onde, segundo a lenda, domesticava cisnes selvagens, que, tracionando uma carroça, levava-o à Lua.

leodavinci.jpg

Saindo da mitologia e ingressando no campo das invenções, Leonardo da Vinci foi o criador do primeiro esboço, conhecido pelo homem, do helicóptero, pára-quedas, trem de pouso e asas a pedal.

O Padre Bartholomeu de Gusmão, invetor do balão a ar quente em 1709 fez a proeza de fazer seu balão voar por quase 4 metros de altura (20 palmos). Esse fato ocorreu mais de 60 anos antes do épico vôo (2.000 m) dos irmãos Montgolfier  em Paris, no ano de 1783.

João V, Rainha e o Cardeal Conti observando o Balão do Padre Bartholomeu de Gusmão
João V, Rainha e o Cardeal Conti observando o Balão do Padre Bartholomeu de Gusmão

Em 19 de outubro de 1901, quanto tudo começou, Alberto Santos Dumont voou com o balão-dirigível N° 6, com 33 metros de comprimento e 622 m cúbicos, cujo objetivo era circundar a torre Eiffel em um tempo máximo de 30 minutos e assim o fez.

dirigiv6

Mas foi em uma tarde do dia 23 de outubro de 1906 que, Alberto Santos Dumont, alçou vôo no campo de Bagatelle, Aeroclube de França, por seus próprios meios motrizes, com o 14-bis que rolou por 100 metros e levantou vôo, tendo percorrido 60 metros em 7 segundos, em um vôo nivelado a poucos metros do solo.

Santos Dumont arrebatou os 3.000 francos de prêmio.  A aeronave possuía uma envergadura das asas de 12 metros e a fuselagem tinha 10 metros, sendo equipado com um trem de pouso triciclo.

Este foi o primeiro vôo de um aparelho mais pesado que o ar. Os irmãos Wright, dos EUA, reclamam para si este feito. Mas, diferentemente de Santos Dumont, que fez seu vôo em um circuito pré-estabelecido sob testemunho oficial de especialistas, jornalistas e da população parisiense, os irmãos Wright realizaram seu suposto vôo em uma fazenda, sem testemunhas.

14-bis.jpg

O nº 19 chamado inicialmente de “Libellule“, posteriormente de “Demoiselle” era um pequeno avião monoplano de asa alta com 5,10m de envergadura, 8m de comprimento e pesando pouco mais de 110 Kg com Santos-Dumont a bordo.

Alcançou facilmente 200m de distância e velocidades de mais de 100 Km/h, sendo a última aeronave construída por Santos Dumont.

Ao longo do tempo, a invenção de Santos Dumont foi se aperfeiçoando até chegar aos modernos aviões de hoje. Por seu pioneirismo e sua ousadia, Alberto Santos Dumont é considerado o Pai da Aviação, tendo recebido inúmeras honrarias por seu feito.

demoiselle1.jpg

Em homenagem ao primeiro vôo de Santos Dumont, 23 de outubro é considerado o Dia do Aviador. A Lei n° 218, de 4 de julho de 1936 , declara 23 de outubro o dia do aviador, em homenagem ao primeiro voo da história, realizado nesta data, em 1906. Em 2006, através da Lei nº 11.262 de 30 de dezembro de 2005 , foi declarado o Ano Nacional Santos Dumont, o Pai da Aviação.

Parabéns a todos os Aviadores da Aviação de Segurança Pública. Hoje é um dia de comemoração.


LEI Nº 218, DE 4 DE JULHO DE 1936

Institui o Dia do Aviador 23 de outubro

O Presidente da Republica dos Estados Unidos do Brasil:
Faço saber que o Poder Legislativo decreta e eu sancciono a seguinte lei :

Art. 1º Fica instituido, no Brasil, o Dia do Aviador que será celebrado em 23 de outubro de cada anno, providenciando os poderes publicos para que essa commemoração tenha sempre condgna celebração cívica, desportiva e cultural, esta especialmente escolar, e accentuando-se a iniciativa do notavel brasileiro Santos Dumont, quanto á prioridade do vôo em apparelho mais pesado do que o ar.

Art. 2º Revogam-se as disposições em contrario.

Rio de Janeiro, 4 de julho de 1936, 115º da Independência e 48º Republica.

GETÚLIO VARGAS.
General João Gomes.
Vice-almirante Henrique Aristides Guilhem.
Vicente Ráo
Gustavo Capanema
Arthur de Souza Costa
Marques dos Reis.
José Carlos de Macedo Soares.
Odilon Braga.
Agamemnon Magalhães.


5 COMENTÁRIOS

  1. PARABÉNS A TODOS OS AVIADORES, PRINCIPALMENTE AOS DA SEGURANÇA PÚBLICA, POR PROPICIAREM PROGRESSO ÀS NAÇÕES E DEDICAREM SUAS VIDAS A PROTEGER E SALVAR A POPULAÇÃO!

    “HINO DOS AVIADORES

    I
    Vamos filhos altivos dos ares
    Nosso vôo ousado alçar,
    Sobre campos, cidades e mares,
    Vamos nuvens e céus enfrentar.

    II
    D’astro-rei desafiamos nos cimos,
    Bandeirantes audazes do azul.
    Às estrelas, de noite subimos,
    Para orar ao Cruzeiro do Sul.

    Estribilho 2X
    Contacto! Companheiros!
    Ao vento, sobranceiros,
    Lancemos o roncar
    Da hélice a girar.

    III
    Mas se explode o corisco no espaço
    Ou a metralha na guerra, rugir
    Cavaleiros do século do aço,
    Não nos faz o perigo fugir.

    IV
    Não importa a tocaia da morte
    Pois que a pátria, dos céus no altar
    Sempre erguemos de ânimo forte,
    O holocausto da vida, a voar.

    Estribilho
    Contacto! Companheiros!
    Ao vento, sobranceiros,
    Lancemos o roncar
    Da hélice a girar.”

  2. Parabéns a todos integrantes da Aviação Policial Brasileira! “Lancemos o roncar da hélice a girar”

    Cap Farley – CBMMG
    Batalhão de Operações Aéreas
    Esquadrilha Arcanjo: “Voando para Salvar”

  3. ACHO QUE A UMA GRANDE DIFERENCA DO AVIADOR PARA PILOTO POLICIAL ! O PILOTO MILITAR EXERCITO AERONAUTICA , E PILOTO POLICIAL DA AVIACAO DE SEGURANCA PUBLICA , ACHO QUE PILOTOS POLICIAIS TRABALHAM EM ALTA TENSAO EM MISSOES POLICIAIS DE REGASTE OC POLICIAIS ETC ! PILOTO POLICIAL NOS U.S.A TEM SITE http://www.alea.org ! PILOTO POLICIAL TEM ALTA ADRENALINA EM MISSOES POLICIAIS !

  4. Para todos aqueles que cumprem a missão de voar, e quando falo todos incluo mecânicos, controladores, motoristas, especialistas, médicos, paramédicos, socorristas, tripulantes operacionais e pilotos, todos os responsáveis pelo bom andamento da faina, para todos desejo um excelente dia, um sincero bravo zulu.

    E como jornalista, deixo aqui meu pensamento: já deveríamos ter equipamento aéreo mais pesado em operação desde os anos 90. É um absurdo demandar anos de treinamento, após rigorosa seleção que impõe todo tipo de óbice ao policial, para no fim equipar a tropa com helicópteros civis adaptados.

    Serei criticado por muitos, mas Esquilo, Jet Ranger e Robinson não cabem mais nas operações policiais aéreas de cidades como o Rio de Janeiro e São Paulo. Máquinas de médio porte, como o Cougar, o Black Hawk ou o MI-17, para citar apenas três, são o ideal. Se a FAB e o EMFA não barrarem, e se o governo prover com recursos a linha logística, o treinamento e facilidades, poderíamos ter estas máquinas operando nos céus do Rio de Janeiro em meados de 2013, a tempo de validar novas doutrinas e táticas para 2014 e a Copa do Mundo.

    Imaginem o BOPE aparelhado com uma sessão de combate especializado em assalto aeromóvel, em estreita cooperação com o fornecedor da aeronave (seja PMRJ, Polícias Civil ou Federal), em ações GLO de alto risco, desembarcando a noite, via “penca” ou rappel, em áreas urbanas conflagradas (leia-se FAVELA), de cima para baixo, decapitando a liderança adversa antes mesmo de alguma reação. Pode ser feito, e daria resultado. As máquinas atuais assumiriam papel de escolta e observação, com controladores aéreos avançados a bordo, coordenando as açoes e provendo o comando e controle para a tropa desembarcada.

    É só querer que dá. E tem dinheiro pra isso sim.

    Roberto Caiafa, de Belo Horizonte, MG.

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários