Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo da PMMG realiza Curso de Tripulante Operacional

Anúncio

Iniciou-se em 21/05/12 o Curso de Tripulante Operacional e de Defesa Social no Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo da PMMG com a participação de 18 sargentos alunos inscritos.

O curso está estruturado em 2 meses e meio (11 semanas) de curso teórico e prática e mais 03 meses de estágio nas aeronaves de asas rotativas, perfazendo o total de uma carga horária de 400 horas/aulas.

Os alunos são Sargentos do QPPM que serão treinados para atuarem como tripulantes de aeronaves em operações peculiares da atividade aeropolicial, preparados profissionalmente para operar no solo ou a bordo de aeronaves em missões típicas de proteção e socorro públicos, bem como capacitados para auxiliar o Comandante de Aeronave e o Comandante de Operações no gerenciamento de crises, observando os aspectos de segurança e eficácia, as normas do Comando da Aeronáutica, bem como as técnicas específicas e padrões pré-estabelecidos para o Radiopatrulhamento Aéreo em Minas Gerais.

Compete, ainda, aos observadores aplicar as normas e medidas de prevenção de forma a promover a segurança de voo e prover o engajamento seguro do recurso aéreo às frações em solo com o máximo de aproveitamento.

Durante o período de formação, o militar receberá uma gama de informações que o habilitará a operar embarcado ou em solo nas missões afetas ao Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo, como abaixo listamos algumas:

a) monitoramento de trânsito urbano e rodoviário;
b) fiscalização Ambiental;
c) operações do tipo Blitz, desarmamento, fronteira, prevenção e repressão ao crime organizado;
d) remoção de vítimas acidentadas;
e) resgates em locais de difícil acesso;
f)  reintegração de Posse;
g) cerco, bloqueio e interceptações;
h) fuga de presos e rebeliões em presídios;
i) escoltas diversas;
j) salvamento aquático;
l) combate a incêndios Florestais;
m) coordenação e controle;
n) traslados diversos;
o) traslado de órgãos para transplante;
p) operações de Choque;
q) defesa Civil.

O Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo, unidade de apoio aéreo da Polícia Militar de Minas Gerais, gerencia e executa a operacionalização de 8 (oito) helicópteros e 2 (dois) aviões na produção de segurança pública dentro do Sistema de Defesa Social e Sistema do Meio Ambiente do Estado de Minas Gerais.

O emprego de equipamento de alta tecnologia tem o  pressuposto básico de potencializar as ações de respostas  por parte das frações terrestres da PMMG e dos agentes/fiscais da SEMAD e dessa forma necessita de um corpo técnico especializado e capacitado para atender a demanda existente e futura.

Fonte: Btl RpAer/PMMG

3 COMENTÁRIOS

  1. TODA VEZ QUE LEIO NOTÍCIAS COMO ESTA, EM QUE UNIDADE AÉRAS INVESTEM NA CAPACITAÇÃO DE SEU EFETIVO, QUER SEJA NA FORMAÇÃO OU NA ESPSCIALIZAÇÃO, VEJO A PERPETUAÇÃO DAQUELA INSTITUIÇÃO.
    PORTANTO, FAÇO VOTOS QUE NOSSO BOM DEUS ABENÇOE ESSE CURSO, FAZENDO VOTOS QUE A SEGURANÇA OPERACIONAL SEJA O GRANDE NORTEADOR DAS INSTRUÇÕES.
    CAP PMPE ROMILDO – ASP92.

  2. O curso é uma grande oportunidade. Que possibilita um diferencial na carreira dos Sargentos da PMMG. Estou feliz por fazer parte deste momento da Polícia Militar de Minas Gerais.

    3º Sgt PMMG Luciano.

  3. Parabéns por iniciar mais uma turma de tripulantes operacionais,fiquei no Grupamento Aereo de São Paulo po 14 anos, há 1 mes reformei, fico a disposição para qualquer ajuda operacional que estiver dentro de minha experiencia com 14 anos de tripulante. um abraço e boa sorte a todos amigos da aviação.

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários