Curso de Familiarização com o emprego de helicóptero nas ocorrências de resgate

Anúncio

Mantendo-se na vanguarda e firmando o compromisso com a população do Estado de São Paulo, a Polícia Militar descentralizou, desde 30 de junho de 2010, o Resgate Aeromédico, levando o serviço também na Região de Campinas/SP. Desde então, observando os mesmos protocolos adotados na Capital Paulista, as equipes do Grupamento de Radiopatrulha Aérea e do Corpo Bombeiros (SSP) e do GRAU – Grupo de Resgate e Atendimento às Urgências (Sec. da Saúde), já socorreram, com a aeronave, mais de 130 (cento e trinta pessoas).

Em mais de 250 (duzentos e cinquenta) “voos pela vida” foram inúmeros pousos em rodovias, ruas e avenidas, parques, jardins, canteiros e estacionamentos e o contato com “apoiadores leigos” no atendimento aeromédico ocorreu em praticamente todas as missões; ações que evidenciaram nos operadores a necessidade de se preparar adequadamente os profissionais que atuam no evento.

Observou-se que desde o atendimento telefônico que noticia a emergência aeromédica, até a entrada da vítima no hospital de referência, todos estão diretamente ligados aos resultados do Resgate quando há emprego do helicóptero, à vista da triagem, da regulação, do atendimento propriamente dito…

Com o fim de proporcionar padronização e segurança às operações os Oficiais da Base de Radiopatrulha Aérea de Campinas e os Médicos e Enfermeiros do GRAU desenvolveram o “Curso de Familiarização com o Emprego de Helicóptero nas Ocorrências de Resgate”. O Curso é destinado a Policia Militares, Bombeiros, Médicos e Enfermeiros de hospitais de referência, agentes de mobilidade urbana, funcionários de concessionárias, Guardas Municipais, integrantes dos SAMUs, etc.

Inicialmente modulado para receber 26 (vinte e seis) participantes, a primeira edição, que ocorreu na sede da Base de Radiopatrulha Aérea de Campinas, no último dia 25 de maio, contou 41 (quarenta e um) profissionais.

O curso deverá ser reeditado mensalmente, para tanto já foi marcada para o próximo dia 22 de junho a nova edição, que tem aulas com temas relacionados a: regulação médica, atendimento pré-hospitalar, medicina aeroespacial, enfermagem aplicada, segurança de vôo, segurança no local da ocorrência, além da necessária e atrativa aula prática, momento em que os participantes experimentam o contato com os equipamentos e com a aeronave.

Integraram o corpo docente da primeira edição: Dr Ricardo Galesso, Dr Samir LIsak, Drª Júnia Sueoka, Enfermeira Silene Fonseca, Cap PM Alexandre Freixo, 1º Ten Méd Fem PM Fabiana Ajjar, Cb PM Ednelson dos Santos. Idealizaram e organizaram o curso o Dr Gustavo Feriani e o Major PM Hervem Hudson Bozello.

O curso conta com o apoio institucional da RINEM – Rede Integrada de Emergências – Campinas.

Confira mais fotos do curso:


3 COMENTÁRIOS

  1. Excelente iniciativa da PMESP que com certeza elevará os níveis de segurança nas operações aeromédicas.Parabéns!MAJ BM RICARDO-CBMERJ

  2. Existe a possibilidade de inscrição de policiais de outros estados?

    Certo do retorno.

    Sgt Barbosa.

    Grupamento Aéreo e Marítimo (GAM/PMERJ)

  3. EXCELENTE TRABALHO, NÓS DA AVIAÇÃO PRECISAMOS MINIMIZAR AS FALHAS ATRAVÉS DE EVENTOS COMO ESTE.

    PARABÉNS.

    SGT ERICK NOATER-ES
    TRIPULANTE OPERACIONAL

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários