FLIR assina contrato de US$ 6,8 milhões com Exército australiano para sistemas Black Hornet

A FLIR Systems assinou um contrato no valor de US $ 6,8 milhões com o Exército australiano para fornecer Sistemas de Reconhecimento Pessoal Black-Hornet (PRS). Os equipamentos entregues no âmbito deste contrato apoiarão as capacidades de vigilância e reconhecimento das tropas.

Anteriormente, o exército australiano já havia adquirido o nano drone Black Hornet para fins de teste e avaliação, levando ao atual contrato de aquisição para implantação operacional completa.

O Black Hornet 3 apresentará um veículo aéreo maior do que os sistemas em serviço (foto). Fonte: US Marine Corps
Black Hornet. Fonte: US Marine Corps.

“Estamos satisfeitos por termos sido selecionado pelo Exército australiano para fornecer esta tecnologia de reconhecimento pessoal inovadora”, afirmou Jim Cannon, presidente e CEO da FLIR Systems. “Este recente contrato destaca a crescente demanda pelo sistema Black Hornet para ser incorporada na capacidade operacional das principais atividades militares do mundo, proporcionando uma aumento de segurança imediato”.

Este contrato expande o uso do nano drone Black Hornet para programas de vigilância e reconhecimento do Exército. A FLIR já entregou mais de 5.000 PRS Black Hornet em todo o mundo, mostrando a crescente demanda pela relativamente nova tecnologia nano-UAV oferecida por FLIR .

Os equipamentos serão fabricados Oslo, Noruega, estando suas entregas previstas para iniciar em 2018 e serão concluídas no prazo de um ano. Para mais informações sobre o Black Hornet, visite www.flir.com/blackhornet.

No Brasil a empresa representante do equipamento é a EMS Consultoria.

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários