Cães são treinados para trabalhar no helicóptero do BAPM/SC

Anúncio

Foi realizado nesta quinta-feira, na sede recreativa da Embraco, a primeira simulação de perseguição a fugitivos com o uso de cães dentro do helicóptero da 2ª Companhia do Batalhão de Aviação da Polícia Militar de Santa Catarina, sediada em Joinville.

O comandante da 2ª Companhia do BAPM, major Nelson Henrique Coelho, explica que 95% das perseguições na região de Joinville acabam com os suspeitos embrenhados nas matas, o que faz com que a agilidade, a resistência e o olfato privilegiado dos cachorros possam ser determinantes na captura de suspeitos.

— Aumenta as chances de prender quem foge pela mata, facilita a apreensão de drogas e se utiliza uma ferramenta não letal — argumenta.

O instrutor de cães especializado na área policial, Gustavo Fleury, esclarece que os animais tem que passar por pelo menos seis meses de treinamento para ser seguro o uso deles nas ações da PM.

No adestramento, os instrutores fazem com que o cachorro se acostume com o ambiente da aeronave e lide bem com o barulho, que para algumas raças pode ser estressante.

O ideal é começar a treinar o cão com dois anos de idade, explica Fleury, pois nessa faixa eles se acostumam mais facilmente com o ambiente em que serão utilizados, e já sabem se comportar em ambientes cheios de pessoas.

— O cão tem que entrar em um local cheio de gente e só atacar o bandido — explica.

Para saber exatamente quem atacar, os cachorros são preparados para perseguir quem estiver portando arma, por isso no momento da ação vão direto no braço dos suspeitos.

Confira as fotos:

Fonte: A Notícia

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários