FLIR lança nova geração do nano drone Black Hornet 3 com melhor qualidade de imagens e possibilidade de voar sem sinal de GPS

Anúncio

EUA – A FLIR anunciou a aeronave remotamente pilotada (RPA) Black Hornet® 3 para uso militar, policiais, agências governamentais e socorristas. O Sistema de Reconhecimento Pessoal Black Hornet (PRS – Black Hornet Personal Reconnaissance System) já é o menor nano drone do mundo.

O Black Hornet 3 da FLIR acrescenta a capacidade de navegar em ambientes onde não haja sinal de GPS, permitindo que o militar, policial ou bombeiro mantenha consciência, detecção de ameaças e vigilância, não importando onde a missão possa levá-los.

  1. Especificações do nano drone Black Hornet 3
  2. Especificações do nano drone Black Hornet 3

black3

O Black Hornet está sendo utilizado em mais de 30 países nos últimos sete anos e
representa a vanguarda no emprego tático em operações militares, policiais, de inteligência e por socorristas, pois além de seu tamanho, permite a identificação de alvos e alta capacidade de reconhecimento por sua furtividade.

Com 33 gramas, o Black Hornet 3 oferece a menor tamanho, peso e desempenho para RPA disponíveis. Oferecendo maior velocidade e distância em comparação com versões anteriores, o Black Hornet 3 voa a uma distância de 2 quilômetros a mais de 21 km/h.

O Black Hornet 3 também incorpora um processamento de imagem mais nítido
o FLIR Lepton® com núcleo de microcâmera térmica e um sensor visível para permitir maior fidelidade de imagem. O design também possui um datalink digital aprovado militarmente e criptografado, permitindo comunicações e imagens sem interrupções significativas, tanto em ambiente aberto como fechado.

Australian Army soldier Trooper Sam Menzies deploys a PD-100 Black Hornet Nano unmanned aircraft vehicle during training exercise at Shoalwater Bay Training Area, Queensland, on 4 May 2018.
Implantação do Black Hornet 3 pelo Exército Australiano. Foto: Divulgação Exército Australiano.

Além disso, o Black Hornet 3 integra-se perfeitamente ao Android Tactical Assault Kit
(ATAK) utilizado por militares para fornecer redes em campo e distribuição de informações a qualquer um na rede. “Estamos muito animados em trazer este avançado Black Hornet 3 para nossos combatentes, policiais e socorristas”, disse James Cannon, presidente e diretor executivo da FLIR.

Com maior alcance e com capacidade de voo em ambiente fechado, a última geração Black Hornet fornece continuidade de cobertura de vigilância completa para
a missão. O Black Hornet 3 representa o novo foco da FLIR em fornecer soluções completas e estamos ansiosos para desempenhar um papel em ajudar a modernizar nossos clientes militares. ”

Exército Americano, Australiano e Francês passarão a usar o Black Hornet 3

Na semana passada, a FLIR anunciou que recebeu um pedido de US$ 2,6 milhões dos Estados Unidos referente ao Programa Soldado Borne Sensor (SBS) do Exército Americano.

O Exército dos Estados Unidos comprou o PRS Black Hornet da FLIR para teste e avaliação
no período de 2016 e 2017. O Exército continuará sua avaliação e considerará a possibilidade de implantação operacional completa dentro de todas as unidades de infantaria.

black-hornet-prs-3-2

Além dessas unidades para o programa SBS, esse nano drone foi recentemente implantado pelo Exército Australiano e Forças Armadas Francesas.

O Black Hornet 3, que inclui dois sensores UAV, um controlador e um monitor, é vendido diretamente através da FLIR e está disponível hoje para agências militares, governamentais e policiais. No Brasil sua representação e venda é feita pela EMS Consultoria.

Para mais informações sobre o Black Hornet 3, visite www.flir.com/blackhornet.

black3a

Texto e tradução: Eduardo Beni, Piloto Policial.

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários