Operações aéreas no CBM/SC e SAMU

Anúncio

No final do mês de novembro de 2008, em função das fortes chuvas, vários Municípios catarinenses decretaram situação de emergência ou calamidade pública, onde ocorreram 135 (óbitos) e milhares de desabrigados ou desalojados, o que levou o CBMSC e demais Órgãos da Segurança Pública e Defesa Civil a desencadearem a “Operação Arca de Noé”, com o propósito de organizarem as ações de socorrimento público.

No período compreendido entre os dias 24 de novembro e 07 de dezembro de 2008, a equipe de Oficiais Pilotos e Praças Tripulantes, todos do CBMSC, estiveram presentes na operações aéreas desenvolvidas no complexo do Morro de Baú, com missões partindo do Aeroporto de Navegantes, em apoio as outras Unidades Aéreas,  e  integrados a diversas guarnições.  Neste período ficou evidente a necessidade dos bombeiros catarinenses possuírem suas aeronaves próprias para o desempenho de suas missões constitucionais.

No período de 20 de janeiro a 19 de abril de 2010 o CBMSC locou com recursos próprios da Corporação um helicóptero por três meses, para uso na Operação Veraneio 2009/2010, atuando em parceria com o SAMU-SC e Secretaria Estadual de Saúde; onde após processo licitatório, foi locado a aeronave modelo Esquilo (HB 350 B), prefixo PT-HLU, o “ARCANJO 01”.

A aeronave tem capacidade de transporte para 06 pessoas, sendo 02 Pilotos, de 02 a 03 Tripulantes (BM/SAMU), e 01 vítima.

Possui equipamentos especializados, como o bambi bucket, que é utilizado para combate a incêndios florestais, com capacidade de 500 litros de água; e ainda, puça, sling, desfibrilador e cardioversor, e medicamentos de suporte avançado, dentro outros equipamentos e itens especializados.

A aeronave opera do período do nascer ao por do sol.

O Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina foi criado pelo Decreto Estadual nº 2966, de 02 de fevereiro de 2010, ao qual compete as operações de busca e salvamento com aeronaves, e missões afetas aos bombeiros e defesa civil em todo o território catarinense, e as atividades de contra incêndios no Aeroporto Internacional Hercílio Luz. O BOA possui 3 Pilotos comandantes de aeronaves, 7 Co-pilotos (Comandantes de Operações Aéreas), e 12 Tripulantes Operacionais.

O Grupo de Resposta Aérea de Urgência (GRAU-SAMU) integra os serviços aéreos com uma equipe composta por 9 médicos (as) e 9 enfermeiros (as), com experiência em suporte avançado de vida aeroespacial.

A parceria inédita entre os Bombeiros e o SAMU para as missões aéreas tem obtido grande êxito, com o atendimento de 500 ocorrências, com atendimento direto de 414 pessoas, entre 20 de janeiro e 17 de novembro de 2010, com um total de 334 horas voadas.

A Corporação neste período de atuação recebeu Oficiais Pilotos estagiários do CBMPR, CBMRN, PMPB e Casa Militar SC, compartilhando doutrinas e procedimentos operacionais existentes no Batalhão de Operações Aéreas do CBMSC e no Grupo de Resposta Aérea de Urgência (GRAU-SAMU), procurando colaborar com a integração das operações de segurança publica e defesa civil brasileiras.


Fonte: BOA/CBMSC


8 COMENTÁRIOS

  1. Ao Ten Cel BM Edupércio e demais integrantes do BOA/CBMSC

    Parabéns por vencerem os desafios e dificuldades inerentes a implantação de uma unidade aérea, que em tão pouco tempo fez merecer o respeito e reconhecimento da sociedade catarinense em implementar um serviço de qualidade.

    Bons e Seguro Vôos grande ANCANJO ZERO UNO.

    Ricardo Leão Correia – Maj PM

  2. Como Piloto em Estágio no Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, é fazer justiça registrar àquilo que pude vinvenciar nesta nova, mais grande Unidade.
    O BOA/CBMSC já começou grande. Grande por ter surgido da persistência de um Oficial indiscutivelmente competente como é o seu comandante, o seu principal mentor, o (agora) Ten Cel Edupércio Pratts.
    O Tec Cel Edupércio, vislumbrou para o BOA uma parceria de sucesso, juntando Bombeiros e SAMU, entidades compostas por profissionais de excelente reconhecimento social, diante dos nobres serviços prestados à comunidade, neste caso, de Santa Catarina. O sucesso da operação conjunta se fez sentir diante do forte clamor da população e da imprensa catarinense, que exaustivamente pedia ao Governo do Estado para que o “ARCANJO FICASSE”.
    O Arcanjo ficou, a parceria vingou e a Unidade continua crescendo. Crescimento este oriundo, também, do excelente serviço prestado pela Empresa HELISUL, pois através do Sr Jadir dos Santos Cruz, Gerente de Manutenção em Santa Catarina, e sua equipe, o Arcanjo diuturnamente se apresentou pronto para, com todos os requisitos de segurança, suprir a demanda operacional a que o BOA é submetido.
    Os Oficiais e praças do BOA também merecem reconhecimento pelas suas contribuições para o sucesso que se observa na Unidade. O BOA trabalha de forma unida, com respeito mútuo entre seus integrantes, na busca de um mesmo ideal, ou seja, a prestação do melhor serviço para a comunidade. Merecem aplausos.
    As equipes do SAMU, por sua vez, até com os “estrangeiros” se identificaram, Enfermeiros e Médicos de um profissionalismo só não superior ao amor que demonstram a causa.
    O BOA é um gigante. Gigante por em tão pouco tempo proporcionar conquistas que deixam a ver muitas outras Unidades do Brasil. Agora falo como estagiário, afinal, poucas Unidades oportunizam Estágios Operacionais para Ascensão Técnica de Pilotos, o BOA o faz e eu sou testemunha disto. Estou na fase final do Estágio ECHO, com todas as instruções previstas no PAT. Para mim esta é a verdadeira forma de trabalhar com integração, integração, cooperação e união com outras instituições.
    Finalmente, meus parabéns para todos os que fazem o CBMSC, desde o Praça mais moderno ao seu Comandante, afinal, sem apoio da tropa e do Comando o sonho não se concretizaria.
    Que Deus os abençoe!

  3. Meus sinceros cumprimentos e votos de muita felicidade ao então Ten Cel Edupércio pela promoção. Aos demais integrantes do Batalhão de Operações Aéreas bons vôos a todos e que Deus vos guie pelas asas dos ventos.

  4. Ao Ten Cel Edupércio, meus sinceros parabéns, mais que um grande oficial um verdadeiro amigo e líder, que não é líder por imposição, mas sim pelo exemplo.
    Quando muitos relutavam em parcerias com o SAMU, foi um dos poucos oficiais a entender que a parceria serviria para o bem do cidadão catarinense e para aqueles que visitam o Estado e em conjunto Bombeiro Militar e SAMU, Santa Catarina deu não um, mas muitos passos para um serviço de qualidade, a qual eleva cada vez mais o nome de nossa instituição, SAMU e principalmente o do Estado para um patamar superior, de qualidade e profissionalismo.
    Acredito que SC é um dos pouquíssimos Estados que trabalham em parceria com o SAMU e o único que os tem como equipe permanente em atividade aérea.
    Parabéns a equipe que compõe o Arcanjo 01 e que venham o 02, 03, 04 …

  5. Boa tarde caros amigos(as). Agradeço as manifestações positivas recebidas por mensagem ou telefonemas, que servem de estimulo a continuação do trabalho.
    O BOA/CBMSC e o GRAU/SAMU tem procurado compartilhar experiências, que tem demonstrado resultados altamente positivos nas ocorrências de resgate e salvamentos realizados. A integração também tem sido realizada com outras OBMs e OPMs, para o fortalecimento das doutrinas operacionais. Temos hoje 06 (seis) unidades aéreas de bombeiros no Brasil, e em breve em operação a sétima, com os Bombeiros Militares de Goias. Existem vários caminhos e modelos para o inicio dos trabalhos. Bons vôos a todos. Att, EDUPÉRCIO PRATTS – Ten Cel BM – Cmt BOA/CBMSC.

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários