Notaer/ES e BME realizam treinamento com cães em aeronaves

Anúncio

Cães policiais e militares preparados para o embarque e desembarque de aeronaves. Esta é uma das etapas da disciplina prática do curso de Cinotecnia Policial, aplicado pela Companhia de Operações com Cães do Batalhão de Missões Especiais (BME) da Polícia Militar, que começou no dia 04 de maio.

Durante esta terça-feira (05) mais uma fase da instrução será desenvolvida em conjunto com o Núcleo de Operações Aéreas (Notaer) da Polícia Militar para preparar os militares para a utilização do cão em aeronaves. O treinamento será realizado no Quartel do Comando Geral, em Maruípe.

“O treinamento será importante para que os militares saibam agir em ocorrências reais em que o uso do cão é essencial e o transporte rápido por meio da aeronave é necessário. Um exemplo disso são ocorrências em que a busca de drogas ou a busca e captura de criminosos podem ter mais eficiência com o uso do cão”, ressaltou o comandante da Companhia de Operações com Cães, capitão Marsuel Riani.

De acordo com o piloto do Notaer, capitão Pablo Angely Marques Coimbra, os militares serão treinados para embarque e desembarque dos cães na aeronave Harpia 05. “Além de saber o adestramento básico, os militares poderão ver na prática como é o embarque e o desembarque dos cães. Tudo será feito dentro de uma técnica e seguindo normas de segurança” ressaltou o capitão.

Desde o dia 20 de maio, bairros da Grande Vitória contam com o reforço do policiamento com cães nas ruas. Esta etapa também fez parte da disciplina prática do Curso de Cinotecnia. Após passar pelos municípios de Cariacica, Vitória, Serra e Guarapari, Vila Velha também contou com o policiamento em Coqueiral de Itaparica.

 


Fonte: PM/ES

2 COMENTÁRIOS

  1. Oi!

    Parabéns!

    Admiro o trabalho de vocês. Tem que ser corajoso. Por favor, qual o peso em média de um cão, e em quanto tempo tem que cumprir, digamos a partir do momento em que o comissário da o sinal para aterrisagem, e aonde finaliza o desembarque? Vocês já usaram o linguagem dos sinais, fiquei imaginando, quando em um evento adverso, e não poderia haver sons. Há esta possibilidade?
    Sonho um dia poder passar dois dias eu com meu filho e acomapanhar atividades que são permitidas assim: Algo aereo, cães e equipe de Policiais e Bombeiros. Abraço a todos.

    “Aprenda a aprender. Não existe nada tão perfeito que não possa ser melhorado”. (Paulo Araújo)

  2. Parabéns, a todos pela instrução, provando assim que “podemos ficar até meses sem ser-mos empregados, mas não podemos ficar um minuto sequer sem estar-mos preparados”.

Deixe uma resposta

- Saiba o que é trollagem: Cuidado com os TROLLS !

- Política de moderação: Política de moderação de comentários: sua consciência

Os comentários não representam a opinião do Piloto Policial. Os comentários são de responsabilidade dos respectivos autores.

Comentários

comentários